Nova News

Menu

Quinta, 23/02/2017

- Atualizado em

Vendas do comércio têm melhor novembro desde 2007

Portal Brasil

O comércio começa a apresentar sinais mais fortes de recuperação. De outubro para novembro, as vendas do varejo avançaram 2%, um resultado que interrompeu uma sequência de quatro quedas seguidas nesse indicador.


Esse resultado é ainda o melhor para novembro desde 2007, quando as vendas cresceram 2,3% frente a outubro.


Os varejistas também tiveram o melhor desempenho para qualquer mês desde julho de 2013, quando houve aumento de 2,9% nas vendas.


As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgadas nesta terça-feira (10).


Com o desempenho do período, as receitas obtidas com as vendas também apresentaram resultados positivos, avançaram 0,9% de um mês para o outro.


Quando se considera o grupo classificado como varejo ampliado, que leva em conta os segmentos de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, o avanço nas vendas foi de 0,6%.


Os resultados mais expressivos do período ocorreram em outros artigos de uso pessoal e doméstico, cujas vendas cresceram 7,2% frente a outubro.


O ramo de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação também apresentaram bom desempenho, com alta de 4,3%.


Eletrodomésticos em alta

A lista de positivos segue com móveis e eletrodomésticos (+2,1%), supermercados e hipermercados (+0,9%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (+0,6%).


O ramo de material de construção também se destacou no período, com incremento de 7,2% frente a outubro.


A pesquisa ainda revela que 23 das 27 unidades da Federação ficaram no azul, com as maiores taxas observadas em Tocantins (6%) e Paraíba (3,8%).


Alagoas e Roraima, ambos com taxas de -0,9%, formaram os estados com recuos mais acentuados nessa comparação.

PUBLICIDADE

não hácomentários Não perca tempo e seja o primeiro a comentar esta notícia.

Código de segurança  Gerar outro código