Nova News

Menu

Quinta, 23/02/2017

- Atualizado em

Expectativas mostram IPCA de 2016 abaixo de 6,5%

Portal Brasil

No último Boletim Focus feito em 2016 pelo Banco Central, analistas do mercado financeiro melhoraram as previsões para a inflação do ano que terminou.


A expectativa é de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fique em 6,38% – uma semana antes, a projeção estava em 6,40%.


Apesar do ano já ter acabado, o resultado oficial do IPCA de 2016 será divulgado apenas em 11 de janeiro, na próxima semana. Antes desse número se tornar público, no entanto, o BC deve divulgar mais uma edição do Focus.


Com essa última melhora da estimativa para a inflação de 2016, a pesquisa do BC chega a oitava revisão seguida para o indicador. Para chegar a essa número, a instituição faz uma entrevista com cerca de 100 analistas e economistas.


Caso o resultado dessa semana se confirme, o IPCA ficará abaixo do teto da meta de inflação, ou seja, menor que 6,5% – valor considerado o limite máximo de tolerância.


O levantamento mostra que, no início de 2016, o mercado estava pessimista com o custo de vida no Brasil e, em fevereiro, chegou a projetar uma inflação muito acima dos limites de tolerância, ao redor de 7,6%. Desde então, os números entraram em um processo gradual de reversão.


Queda de preço de alimentos

Produtos importantes na mesa do brasileiro, que no início do ano passado apresentaram disparada de preços, passaram a registrar queda.


O feijão-carioca, apenas em novembro (último dado divulgado), caiu 17,52%; o leite longa vida, também em novembro, recuou 7,03%.


Esse movimento de queda de preços de alimentos no fim do ano tem sido uma influência favorável para o custo de vida. Essa tendência, inclusive, levou a melhora das expectativas para o IPCA de dezembro.


Entre a última divulgação do Focus e essa, as projeções para a inflação do último mês de 2016 passaram de 0,41% para 0,39%. Há um mês, esse número era maior, estava em 0,55%.

PUBLICIDADE

não hácomentários Não perca tempo e seja o primeiro a comentar esta notícia.

Código de segurança  Gerar outro código