Buscar

Deputado Renato Câmara debate situação do hospital de Batayporã

Imagem: Divulgação

O deputado estadual Renato Câmara levou para a sessão desta quarta-feira (26) a situação do Hospital São Lucas do município de Batayporã. A entidade está desde segunda-feira a noite (24) com as atividades suspensas pela falta de pagamento dos médicos. 

O parlamentar encaminhou ao governo indicação solicitando que o estado encaminhe um aporte financeiro para regularizar os salários atrasados e o hospital retornar suas atividades. 

Segundo o presidente do hospital, José Antônio Frutuoso, há três meses a prefeitura não cumpre o compromisso financeiro com o hospital que é o repasse de 128 mil reais, 98 mil para o pagamento dos médicos e 30 mil correspondentes a um convênio para outros profissionais da área médica. O atraso nos salários foi responsável pelo fechamento do hospital.  

Saiba mais
  • Com paralisação de hospital em Batayporã, HR aumenta em 30% atendimento
  • Secretário de Saúde de Batayporã orienta população sobre fechamento de hospital
  • Hospital São Lucas paralisa atendimentos em Batayporã
  • Encargos sociais e dívida com INSS podem paralisar Prefeitura Municipal de Batayporã

Diante da situação, o deputado Renato Câmara iniciou a articulação com o governo, “estou em negociação com o Estado, vou lutar para que o governo possa auxiliar com um suporte financeiro para que o hospital retorne suas atividades. 

 

Não podemos esquecer que o maior prejudicado é a população e que o acesso à saúde é um direito fundamental”, explica o parlamentar. 

O hospital de Batayporã faz cerca de 1,5 mil atendimentos por mês, comportando demandas de Nova Andradina e Taquarussu. O prefeito, Beto Sãovesso, e o secretário de saúde, Paulo Mingoti, convocaram os médicos para uma reunião amanhã (27) às 8h, o assunto não foi divulgado. 

Apoio à saúde – Consciente das necessidades do Hospital São Lucas, o deputado estadual Renato Câmara encaminhou uma emenda parlamentar este ano para a entidade para aquisição de materiais permanentes e de consumo.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.