Buscar

Ligue 180 registra um estupro a cada três horas no ano passado

Vítima de violência Pixabay / Domínio Público / CC0 (Foto: )

O Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, registrou cerca de 750 mil atendimentos em 2015. Um aumento de 54%, se comparado ao ano anterior.

A violência física ocupa o topo da lista das queixas femininas, seguida da violência psicológica, violência moral, violência patrimonial, violência sexual, cárcere privado e tráfico de pessoas.

Em relação aos estupros, o sistema registra cerca de 7,5 casos por dia. Uma ocorrência a cada três horas.

Em 2015, os relatos de cárcere privado tiveram um aumento de 325% se comparado a 2014. As queixas de violência sexual cresceram 129%. O relato de tráfico de pessoas também teve aumento de 151%.

Para atender brasileiras que vivem no exterior, o Disque 180 expandiu o atendimento para 16 países.

Nas fronteiras brasileiras, a Guiana Francesa, Venezuela e Uruguai contam com o serviço. A central também atende Argentina, Bélgica, Espanha, San Francisco (EUA), França, Holanda, Inglaterra, Itália, Luxemburgo, Noruega, Paraguai, Portugal e Suíça.

O Ligue 180 é um serviço gratuito e preserva o anonimato da vítima. A central recebe denúncias de violência, orienta as mulheres sobre seus direitos e encaminha para outros serviços.

Desde sua criação, em 2005, a central registrou mais de 4 milhões de atendimentos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.