Buscar

Morre um dos gêmeos siameses separados em Goiânia

Um dos gêmeos siameses separados por cirurgia nesta semana em Goiânia (GO) não resistiu ao procedimento e acabou morrendo na madrugada deste sábado. De acordo com nota divulgada pelo Hospital Materno Infantil, de Goiânia, Arthur  Brandão, 5 anos, morreu por volta de meia-noite após sofrer paradas cardíacas. O irmãozinho dele, Heitor, permanece internado  em estado grave na  Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do hospital. Ele respira com a ajuda de aparelhos e tem febre.

As crianças, que eram unidas por parte do tórax, abdômen e bacia, são filhos de um casal de professores baianos que moram na cidade de Riacho de Santana (BA), e recebiam acompanhamento desde o nascimento do cirurgião Zacharias Calil, especialista que já realizou  outras 10 cirurgias de separação de siameses em Goiânia desde o ano 2000 e que é considerado autoridade nacional e internacional no assunto.

Eles passaram os cinco anos de suas vidas sendo preparados para a complexa – e de alto risco - cirurgia. As crianças passaram por 15 procedimentos cirúrgicos de preparação. Em janeiro, os meninos tinham sido submetidos a uma última cirurgia para colocação de expansores de pele, a oitava intervenção deste tipo, que contribui para criar as condições para a cirurgia de separação.

No Facebook, o pai do menino, Delson Brandão, disse ser esse o momento mais doloroso de sua vida e fez uma homenagem emocionante ao gêmeo. “Foi feita a vontade de Deus”, anotou. “Eu só queria dizer a vc filho amado, muito OBRIGADO! Vc cumpriu sua missão aqui na Terra. Vc assim como seu irmão HEITOR veio para transformar nossas vidas. Graças a vc filho ARTHUR, que nossa família é uma FAMÍLIA”, afirmou o pai, em sua página no Facebook. “Obrigado TUKA! Painho irá carregar vc dentro de mim como sempre vinha carregando. 

 

Painho só tem que agradecer por tudo que fez em minha vida. Te amo como sempre te amei”, ainda anotou. O corpo de Arthur será enterrado no domingo, na cidade de Botuporã, na Bahia.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.