Buscar

Nova Andradina sedia competições das APAEs

O evento acontece até esta quinta-feira (14) e envolve diversas equipes 

Nesta quarta e quinta-feira (13 e 14), o município de Nova Andradina sedia a 7ª Olimpíada Regional das APAE’s, que deverá contar com a participação de delegações de Nova Andradina, Angélica, Anaurilândia, Bataguassu, Batayporã, Taquarussu e Ivinhema. O evento esportivo contará com várias modalidades, como atletismo, futebol de salão e natação. 

Os competidores mais bem pontuados na etapa regional seguirão para a Olimpíada Estadual, que será realizada entre os dias 30 de junho e 04 de julho no município de Costa Rica. Aqueles que se destacarem na competição estadual terão a oportunidade de participar da Olimpíada Nacional que, este ano, será realizada em Mato Grosso do Sul, na Capital, Campo Grande.

A abertura da Olimpíada Regional estava prevista para a manhã desta quarta-feira (13), às 09h, no Ginásio de Esportes Irmão Braz Sinigáglia, com jogos de futebol de salão. Na quinta-feira (14), as competições de atletismo serão realizadas a partir das 07h no Estádio Luiz Soares Andrade e as provas de natação terão início às 13h30 na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).

Diretor Social da APAE de Nova Andradina, Ladislau Siqueira - Imagem: Acácio Gomes/Nova News 

Segundo o diretor social da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Nova Andradina e coordenador da 10ª Região das APAE’s, Ladislau Siqueira, a Olimpíada Regional foi criada com o intuito de promover, através do esporte, a socialização e a interação dos alunos, bem como elevar a autoestima das pessoas com deficiência.

“O maior troféu para quem vai participar das competições é a presença do público, pois entendo que a sociedade precisa romper as barreiras do preconceito e da discriminação e entender que a pessoa com deficiência tem potencial para participar de tantas atividades quanto as pessoas que se consideram ‘normais’”, explica Ladislau, ao convidar a população a prestigiar o evento.

Siqueira ainda lembra que o Brasil será sede das Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016, que ocorrerão no Rio de Janeiro, e que o tema já começa a ganhar espaço nos grandes meios de comunicação. Segundo ele, isso, de certa forma, serve como estímulo para que as pessoas com deficiência se sintam inseridas no contexto esportivo. “O esporte traz inúmeros benefícios para os alunos, tanto física quanto intelectualmente”, explica.

“O resultado positivo na saúde que uma pessoa excepcional teria em anos de tratamento em uma sala pode ser conseguido em poucos meses quando esta mesma pessoa é submetida à pratica de algum tipo de esporte e também aos convívio com a sociedade. Precisamos combater o preconceito e trabalhar cada vez mais na inclusão”, finaliza. 

A entidade

Atualmente, a APAE de Nova Andradina possui cerca de 200 alunos matriculados, mas como alguns deles passam mais de um turno na Escola de Educação Especial Raio de Sol, o número de atendimentos diários chega a 300. Além das pessoas que estudam na entidade, suas famílias também são assistidas, o que eleva para cerca de 900 o número mensal de atendimentos diretos e indiretos.

A entidade conta com 39 funcionários próprios, 19 profissionais cedidos pelo municípios e outros 18 cedidos pelo Estado. A presidente Ida Merces dos Nascimento, o diretor social Ladislau Siqueira e os demais membros da diretoria trabalham de forma voluntária, sem remuneração. 

Para se manter em atividade, a APAE conta com convênios, realização de promoções e doações. 

 

As pessoas interessadas em conhecer o trabalho da entidade podem comparecer na sede da 

associação, localizada à Rua João Teodoro Braga, 1615, centro de Nova Andradina, telefone (67) 3441-1443. Doações podem ser encaminhadas diretamente para o local ou depositadas no Banco do Brasil, agência 0728-5, conta corrente 8650-9. 

Imagem: Acácio Gomes/Nova News  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.