Buscar

Policiais Civis pressionam e ameaçam entrar em greve no dia 15 de junho

Depois da reunião realizada na tarde desta quarta-feira (3), policiais civis de Mato Grosso do Sul se manifestaram favoráveis à greve, o que pode ocorrer nos próximos 12 dias.

O motivo seria a falta de reajuste salarial da categoria, diante da queda de arrecadação do governo estadual. O sindicato espera proposta do governo até o dia 13 de junho, quando outra assembleia será realizada pela categoria para organizar a manifestação. 

“É o dia “D” para o governo, se não negociarem, nós vamos decidir pela paralisação”, explicou Alexandre Barbosa, presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul. “Vamos comunicar deste indicativo de greve e que estamos abertos a negociações. Não queremos entrar em greve, mas se o governo continuar com essa postura, teremos que fazer”.

 

Em entrevista anterior ao Portal Correio do Estado, Barbosa já havia declarado que as negociações com o governo não estão avançando. “Estamos sempre dispostos ao diálogo e a negociação. Esperamos que o governo estadual também esteja”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.