Buscar

Ação pioneira em MS: Picarelli acompanha em Jateí o início do projeto de ressocialização com detentas por meio de trabalho

Projeto possibilitará a prestação de serviços à comunidade por meio da limpeza e manutenção de áreas públicas

O deputado estadual Maurício Picarelli (PSDB), esteve na última segunda- feira (9), na cidade de Jateí, a 227km de Campo Grande, participando do lançamento do Projeto ‘Ressocialização de Mulheres em Regime Prisional através do trabalho'. Uma ação pioneira no Mato Grosso do Sul que possibilitará detentas ainda em regime fechado a prestar fora da unidade prisional, serviços à comunidade por meio da limpeza e manutenção de áreas públicas.

Na primeira fase, dez presas participarão das atividades, com direito a salário, uniforme e jornada de 8 horas diárias, além do direito à remição da pena. "Um projeto fantástico que entra para o marco da história do Estado", afirmou Picarelli que foi até o presídio feminino “Luiz Pereira da Silva” para acompanhar de perto as primeiras atividades das presas nos espaços públicos do município.

"Vindo à cidade de Jateí, tive uma grata surpresa e uma grande satisfação em verificar o belo trabalho que vem sendo desenvolvido pela prefeitura em parceria com os poderes Judiciário e ao Ministério Público nas ações desenvolvidas em prol das detentas, o que demonstra uma grande preocupação com os direitos humanos, buscando dar mais dignidade às pessoas que estão aqui presas e tendo a sensibilidade de proporcionar a elas um ambiente menos traumático, um pouco mais leve e, sobretudo, um ambiente com a esperança de que dias melhores poderão vir. Seja oferecendo trabalho, oferecendo cultura, seja oferecendo uma estrutura profissional para o futuro.”, ressaltou o parlamentar.

O prefeito de Jateí, Eraldo Jorge Leite (PSDB), destacou a importância do projeto na economia aos cofres públicos de jateiense. Ele explicou que as ações é fruto da conjunção de esforços de diversos órgãos, em especial o Ministério Público. "Estávamos tentando esse projeto há algum tempo, e neste ano o convênio deu certo. Estou muito feliz em concretizar esse projeto que é como um "filho", porque a intenção é ajudar essas cidadãs a voltarem ao convívio social de forma mais produtiva para sociedade", comentou.

Cb image default
Deputado estadual esteve na última segunda- feira (9), na cidade de Jateí, participando do lançamento do projeto - Fotos: Divulgação

Para a diretora do estabelecimento penal de Jateí, Solange Pereira da Silva, a parceria com o Judiciário e a Prefeitura foi essencial. Isso porque representa uma forma de incentivo as mulheres que estão algum tempo encarceradas a ocupar o tempo durante o cumprimento da pena, além de dar oportunidade de trabalho e proporcionar a reinserção social. "Eu trabalho e acredito na ressocialização. Espero que essa medida seja modelo para abrir portas de outras unidades prisionais do Estado", concluiu

O promotor de Justiça Romão Avila, da Comarca de Fátima do Sul, salientou que a iniciativa é uma oportunidade de vida as detentas. Segundo ele, o trabalho reverte em benefícios para elas mesmo, que podem, no futuro, sacar estes valores sem prejuízo. “Toda vez que elas trabalham – a cada três dias trabalhados -, ganham o benefício chamado remissão, garantindo, inclusive, a diminuição da pena em razão do trabalho”, explicou Romão.

Para as detentas envolvidas na ação, a ampliação das oportunidades de trabalho representa uma nova esperança. Segundo elas, é uma oportunidade ímpar, singular, de fazer tudo diferente. "Queremos resgatar nossos sonhos, nossos valores junto à sociedade e principalmente com as famílias", relataram.

O parlamenta foi recebido por lideranças, o prefeito Eraldo Jorge Leite a vice-prefeita Cileide Cabral da Silva Brito; o presidente da Câmara Municipal de Jateí, Edison Paz e vereadores Sebastião de Freitas e Robson Carmo. Estiveram presente ainda na ação, o advogado Dr. João Paulo Lacerda, servidores da EP, e o promotor de Justiça, Romão Avila Milham Junior, da Comarca de Fátima do Sul.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.