Buscar

Agehnova reúne 50 idosos pré-selecionados para o Condomínio do Idoso

Agência explicou as normas e requisitos necessários para ser beneficiado pelo projeto destinado exclusivamente às pessoas com mais de 60 anos, que vivem de aluguel

Foto: William Gomes

Cb image default

Para dar mais transparência e celeridade ao processo de entrega das 20 moradias do Condomínio do Idoso, a Prefeitura de Nova Andradina por intermédio da Agência Municipal de Habitação convocou candidatos pré-selecionados a uma unidade habitacional do Condomínio do Idoso para participar de uma reunião informativa.

O prefeito Gilberto Garcia e a diretora da Agehnova, Marcia Lobo, participaram da abertura da reunião, realizada na tarde de quarta-feira (6), no auditório do Paço Municipal.

Na ocasião, Marcia apresentou o modelo das unidades habitacionais, além de explicar e tirar dúvidas sobre as normas e requisitos necessários para ser beneficiado pelo projeto destinado exclusivamente às pessoas com mais de 60 anos, que vivem de aluguel.

A diretora agradeceu o apoio da Secretaria de Infraestrutura no acompanhamento das obras. “É um trabalho feito por muitas mãos, com muita dedicação e profissionalismo. As casas são adaptadas para as necessidades dos idosos, oferecendo mais dignidade e qualidade de vida”, ressaltou.

A principal diferença entre o Condomínio do Idoso e os demais programas habitacionais é que o município apenas transfere o usufruto do imóvel ao idoso.

Entre os critérios de seleção foram elencados: as residências não poderão possuir residentes permanentes com idade inferior a 60 anos, inclusive o cônjuge; ser independente para as atividades da vida diária e ter autonomia física e mental; renda familiar mensal igual ou inferior a 2 salários mínimos; entre outros.

Espera próxima ao fim

O Condomínio do Idoso foi idealizado ainda no primeiro mandato de Gilberto Garcia, em 2011. Contudo, o prefeito que o sucedeu não deu continuidade ao projeto e as obras ficaram paradas por mais de 4 anos.

Para o prefeito, o projeto inovador resgata a dignidade dos idosos carentes devolvendo a eles, nesta etapa da vida, a chance de um recomeço, a oportunidade de serem felizes.

“Esta é mais uma obra abandonada resgatada, que conseguimos concluir com o apoio e expertise dos servidores municipais da infraestrutura e da Agehnova. Estamos apenas aguardando a ligação da energia elétrica e, em breve, vamos inaugurar”, revela Gilberto.

São 20 moradias geminadas construídas ao lado do bairro Morada do Sol para levar dignidade ao idoso sem casa própria.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.