Buscar

“Agosto Lilás” promove lançamento de programas que atenderão vítimas e agressores de violência doméstica

Lançamento oficial da programação da Campanha Agosto Lilás acontecerá no dia 7 de agosto na Câmara Municipal de Nova Andradina

A Secretaria de Cidadania e Assistência Social/Secretaria Executiva de Políticas da Mulher promoveu nesta manhã de terça-feira (24), uma reunião com todas as instituições envolvidas na realização do “Agosto Lilás”, para definição de toda a programação desta campanha de prevenção e combate à violência doméstica contra a mulher, em especial, o lançamento de programas que atenderão não apenas às vítimas de violência doméstica como também seus agressores.

Estão previstas ainda ações de mobilização, palestras, debates, encontros, panfletagens e eventos municipais com o tema: “Lei Maria da Penha e o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher”.

Participaram do encontro, representantes da Policia Militar, Delegacia da Mulher, Promotoria Pública, Poder Judiciário Estadual, entre outros órgãos ligados à rede de proteção à mulher. Na ocasião, o comandante do 8º BPM de Nova Andradina, Tenente Coronel Josafá Pereira Dominoni destacou o lançamento do programa “Mulher Segura”, desenvolvido pela Polícia Militar.

Coordenador estadual e idealizador deste programa, Dominoni disse que outras cidades de MS já implantaram o Mulher Segura, alcançando excelentes resultados, pois as ações englobam a vítima, o agressor, o meio em que estão inseridos, além da fiscalização após decisões judiciais serem expedidas.

Cb image default
Reunião com todas as instituições envolvidas na realização foi promovida esta semana - Foto: Cogecom

“O engajamento de vários órgãos é de extrema importância para o combate da violência contra a mulher, pois podemos atuar na prevenção na proteção e na punição. O programa Mulher Segura é mais um instrumento para auxiliar, atuando também na fiscalização e orientação quebrando o ciclo de violência” garantiu o comandante do 8º BPM.

A Secretaria de Políticas Públicas da Mulher e o poder judiciário estão propondo o acompanhamento dos agressores, com a criação de um espaço que possibilite aos autores da violência pensar em seus atos de maneira reflexiva, permita uma mudança de comportamento nos relacionamentos e promova a resolução de conflitos. “A proposta é promover ações de amparo humanizado não só à vítima, como também ao seu agressor’’, explica a secretária Julliana Ortega.

Mais sobre o Agosto Lilás

É uma campanha voltada para a divulgação do combate à violência contra a mulher, situação que atinge índices alarmantes no Brasil e é considerado, legalmente, um crime específico, seja quem for o autor.

O evento será coordenado pela Secretaria de Cidadania e Assistência Social/Secretaria Executiva de Políticas da Mulher e terá lançamento oficial no dia 07 de agosto, às 19h30, na Câmara Municipal.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.