Buscar

Anaurilândia poderá receber 50 unidades do programa Lote Urbanizado

Outras 40 casas populares estão em fase de conclusão no município

Cb image default
Prefeito disse que reunião foi importante para dar andamento aos projetos habitacionais - Imagem: Divulgação

Nesta quarta-feira (09), o prefeito de Anaurilândia, Edinho Takazono (PSDB), juntamente com a primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, Luzia Takazono, demais secretários municipais e vereadores, esteve em Campo Grande, para se reunir com a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul, Maria do Carmo Avesani Lopez, para tratar sobre o programa Lote Urbanizado.

O encontro teve como objetivo viabilizar 50 unidades habitacionais do programa para contemplar famílias as Anaurilândia. Nas palavras de Edinho, os andamentos estão bem encaminhados. “Já temos os terrenos, no Bairro São João Calábria e estamos realizando as tratativas no sentido que estas unidades sejam viabilizadas”, explicou.

Implantado em 2016, o programa Lote Urbanizado tem contemplado diversas famílias em Mato Grosso do Sul. Pelas regras do projeto, a responsabilidade pela construção fica dividida entre a Prefeitura Municipal, que doa o terreno com infraestrutura básica como água, energia, arruamento e iluminação pública; o Estado, que constrói a base da residência com fundação, instalações hidráulicas e sanitárias, contra piso e primeira fiada em alvenaria; e a família beneficiada entra com a mão de obra e a compra do material restante.

A construção de cada casa é feita em duas etapas. Na primeira, a Agência Estadual de Habitação edifica a base de 42,56m², executada para comportar dois quartos, sala/cozinha e banheiro. Já a segunda etapa é o complemento da construção, sendo que, a família selecionada tem que comprovar a compra do material e a mão de obra.

Além de tratar sobre o Lote Urbanizado, Edinho disse que a reunião também teve como objetivo tratar da conclusão de outras 40 unidades habitacionais que estão em fase de conclusão, sendo 20 na cidade de Anaurilândia e 20 no Distrito de Vila Quebracho.

“Estas casas estão quase prontas. O município aguarda autorização da Agência Estadual de Habitação e da Secretaria de Assistência Social para que os imóveis sejam finalizados e entregues às famílias contempladas”, disse.

Na opinião do prefeito, tratar de temas como o da habitação, é de suma importância, uma vez que, ter uma moradia digna é fundamental para o bem estar das famílias, principalmente as de baixa renda. “Cabe a nós tentarmos sanar o déficit habitacional e oferecer meios para que o cidadão tenha sua casa própria”, finalizou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.