Buscar

Após dias de incerteza, Governo do Estado garante e Festa do Sereno será realizada em Batayporã

Tradicional evento correu o risco de não acontecer este ano devido à crise que o município vem atravessando

Idealizada no início dos anos 80 pelos pioneiros Olavo Michelini, Jair Abranches Mela e Osvaldo Monteiro (os dois últimos in memoriam), a tradicional Festa do Sereno de Batayporã correu o risco de não acontecer este ano após tomar grandes proporções na última década ao se transformar em uma das maiores e mais tradicionais festas juninas do Estado.

Inserida no calendário oficial de eventos de Mato Grosso do Sul, a festa chega a atrair cerca de 30 mil pessoas durante os três dias de realização, além de impulsionar a economia local com visitantes de cidades e até estados vizinhos como São Paulo e Paraná.

A festa, que este ano chega a sua 38ª edição, por pouco não seria realizada devido à crise que o município vem atravessando. Nos últimos meses, a administração municipal passou a viver um verdadeiro ‘inferno astral’.

Sem conseguir manter o salário dos servidores em dia e a falta de recursos para honrar os compromissos com fornecedores, o prefeito Jorge Takahashi (MDB) estava pensando seriamente em não fazer o evento.

Cb image default
O Centro Cultural “Diego Sanches Marchi” começa a ser preparado para realização da festa - Foto: Arquivo/Nova News

A dúvida pairou até a última semana após uma reunião com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, que decidiu bancar a maior parte da festa através da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

Mesmo com todo o atraso na divulgação, um bom público deverá prestigiar a festa. A reportagem apurou que os cofres públicos arcarão com as atrações que ficaram estimadas em pouco mais de R$ 50 mil. A outra parte com estrutura, som, iluminação e tendas, ficará a cargo do Governo do Estado.

Programação

A Festa do Sereno 2018 acontecerá neste final de semana entre os dias 29 e 30 de junho e 1º de julho, no Centro Cultural “Diego Sanches Marchi”. A programação inclui apresentações culturais, barracas com comidas e bebidas típicas de entidades locais, exposição e venda de artesanatos, parque de diversões e atrações musicais.

No dia 29 (sexta), a animação da festa ficará a cargo da Banda Poerão, da cidade de Maringá, que traz no repertório vaneira e muita música dançante.

Já no sábado (30), será a vez da banda Herança e do grupo Zíngaro. E, por fim, no domingo (1º), o grupo MDO ficará encarregado de animar o público no último dia da festa.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.