Buscar

Após meses de atraso, protesto e até paralisação, Prefeitura de Batayporã regulariza repasses a entidades

Subvenções foram destinadas à APAE, Casa do Migrante e Lar Santo Antônio

Cb image default
APAE chegou a ficar fechada por 14 dias devido ao atraso nos repasses - Imagem: Arquivo / Nova News

Após ficar desde novembro de 2018 sem efetuar os repasses para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Batayporã, o que resultou em protesto na Câmara Municipal, paralisação das atividades da entidade e até mesmo repercussão do caso no programa Cidade Alerta MS, da TV MS Record, a Prefeitura Municipal de Batayporã finalmente divulgou, nesta semana, a regularização das subvenções, tanto para APAE, quanto para outras instituições.

Segundo a assessoria do Governo Municipal, o montante liberado totaliza R$ 168 mil, o que garante a continuidade da prestação dos serviços e regulariza a situação financeira das instituições filantrópicas. 

Além da APAE, as outras entidades beneficiadas são a Casa do Migrante São João Calábria e Associação de Amigos do Lar Santo Antônio.

Para a APAE, foi repassado o valor de R$ 96 mil, proporcional aos meses de fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto e setembro. Ao Lar Santo Antônio foram destinados R$ 60 mil, referente a cinco parcelas que estavam pendentes, e para a Casa do Migrante foi liberado R$ 12 mil, valor correspondente a seis meses.

Há meses que as entidades filantrópicas de Batayporã amargavam a ausência dos repasses por parte da Prefeitura Municipal. No caso do Lar Santo Antônio, promoções como almoço e bingo foram realizados para que a instituição não fechasse as portas e deixasse de atender os idosos carentes.

Com relação à APAE, a falta de repasses gerou protesto dos servidores e de pais de alunos na Câmara Municipal no dia 05 de agosto. 

Após isso, a entidade, que atende mais de 80 alunos que são pessoas de diversas idades, com deficiência intelectual ou múltipla, chegou a ficar de portas fechadas de 06 a 20 de agosto, quando foi realizado repasse parcial do montante devido.

A situação envolvendo a APAE ganhou repercussão em todo o Estado, sendo inclusive pautada pelo programa Cidade Alerta MS, da TV MS Record, oportunidade em que o apresentador Rodrigo Nascimento pediu providências com relação ao caso e falou que a demanda exigia uma solução emergencial. 

Caso da APAE chegou a ser repercutido no Cidade Alerta MS - Vídeo: Reprodução / TV MS / Record

PGlmcmFtZSBpZD0iXzc0em8za3E5ZyIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC95M2JORVVoUThRTT9yZWw9MCZhbXA7YW1wO3Nob3dpbmZvPTAiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW49IiI+PC9pZnJhbWU+

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.