Buscar

Aquisição irregular de material esportivo pode ter motivado ação do Gaeco em Batayporã

Operação foi batizada de ‘Jogo Sujo’

Imagem: Arquivo

Cb image default

Conforme já noticiado pelo Nova News, deste as primeiras horas desta terça-feira (30), o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP-MS) iniciou, com apoio da Polícia Militar, uma ação na Prefeitura Municipal de Batayporã.

Batizada de ‘Jogo Sujo’, a operação pode ter sido motivada pela suposta aquisição irregular de materiais esportivos e visaria combater ilícitos como fraude em processo licitatório, peculato e falsidade ideológica.

Sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Prefeitura Municipal e também nas casas de servidores públicos ligados ao Poder Executivo e de empresários, porém, até o fechamento da matéria, ninguém havia sido preso.

Imagem: Whatsapp / Nova News

Cb image default

Os agentes chegaram por volta das 06h, entraram nas dependências do Paço Municipal e as portas foram fechadas. Servidores que chegaram para trabalhar por volta das 07h, não puderam entrar.

Por volta das 07h40, os servidores que se aglomeravam em frente à prefeitura foram dispensados, restando apenas àqueles ligados ao setor administrativo do Poder Executivo local.

A expectativa é de que nas próximas horas, o Gaeco, por meio da página do MP-MS publique uma nota oficial sobre a operação realizada em Batayporã.

Imagem: Whatsapp / Nova News

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.