Buscar

Atleta de Batayporã fica sem pódio e quase fica sem medalha em evento esportivo na cidade de Nova Andradina

Sistema que registra chegada dos corredores foi “enganado” por outro competidor que desistiu da prova

Na última terça-feira (01), a cidade de Nova Andradina foi palco de mais uma edição da tradicional Corrida Ciclística e Pedestre realizada em comemoração ao Dia do Trabalhador. Apesar do sucesso geral do evento, um episódio inusitado acabou, de certa forma, prejudicando o atleta Maurício Hennes da Silva Pereira, de 21 anos, residente em Batayporã.

Apesar de conquistar a quinta colocação dentro da categoria 16 a 30 anos, participando da corrida pedestre, no percurso de dez quilômetros, Maurício não foi chamado para ocupar seu lugar no pódio, ficou sem a foto oficial de participação no evento e acabou por receber sua medalha apenas no dia seguinte à competição.

Cb image default
Maurício Hennes, de 21 anos, percorreu dez quilômetros e conquistou a quinta posição dentro de sua categoria - Imagem: Arquivo da Família

Segundo Daiane, a namorada do atleta, no dia do evento, eles não perceberam nada de errado, acreditando que Maurício havia conquistado a sexta posição, o que não lhe daria direito ao pódio nem à medalha, no entanto, à noite, por volta das 19h, quando o resultado foi divulgado no aplicativo do evento, é que eles perceberam que o batayporaense, na verdade, havia ficado com a quinta colocação em sua categoria.

Em contato com os organizadores, a família de Maurício foi informada de uma suposta falha no sistema, o que fez com que ele não fosse chamado no momento em que os demais competidores foram premiados. A medalha foi entregue para Hennes apenas na quarta-feira (02). “Ele acabou recebendo a medalha, mas a gente sente certo prejuízo, pois o fato de ele não ter subido ao pódio nem ter a foto oficial acaba frustrando a sua participação”, disse Daiane.

“Pode não parecer muito, mas para quem treina, se prepara e se dedica para uma competição, o pódio, a medalha e a foto oficial são o fruto de um trabalho de meses de preparação”, concluiu a namorada de Maurício, que entrou em contato com o Nova News esta semana para relatar o episódio.

Cb image default
Medalha foi entregue ao atleta de Batayporã apenas no dia seguinte à realização do evento - Imagem: Arquivo da Família

O Nova News, por sua vez, acionou a organização da competição e obteve a informação de que um equívoco teria provocado a falha. Segundo os responsáveis pela corrida, cada atleta carrega consigo um chip, que registra sua posição em um sensor posicionado na linha de chegada.

Nas palavras dos responsáveis, durante o evento, um dos competidores desistiu da prova e, em vez que passar pelo percurso, se dirigiu para a ponto de chegada a fim de descansar, momento em que o sensor captou o sinal de seu chip, qualificando-o como o primeiro no ranking da corrida. Desta forma, quando os demais atletas concluíram o percurso, eles foram classificados a partir do segundo lugar, ficando com suas posições deslocadas.

>> Confira os resultados da 30ª Corrida Ciclística e Pedestre

>> Confira o resultado do 30º GP de Nova Andradina

Somente após algum tempo, os realizadores perceberam que a pessoa que aparecia na primeira colocação havia desistido, portando o segundo colocado passou a ser o primeiro, o terceiro passou a ser o segundo e assim sucessivamente. Neste contexto, Maurício Hennes, que, segundo o sistema, havia ficado em sexto lugar, na verdade conquistou a quinta posição, recebendo apenas posteriormente sua medalha.

Nas palavras dos organizadores, o atleta que desistiu da corrida deveria ter desativado seu chip antes de passar próximo ao sensor da linha de chegada. Eles lamentaram o fato, mas disseram que situações como estas podem ocorrer, pois o sistema é muito sensível registra de forma exata quando um atleta que porta o chip se aproxima do ponto de chegada.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.