Buscar

Batayporã será representado na 2ª Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil

O Município foi o único a realizar a Conferencia Municipal no Vale do Ivinhema

Conferência Estadual foi realiza em Campo Grande (Foto: Divulgação)

Coordenadores municipais e regionais, além de técnicos das prefeituras participaram na última sexta-feira (6), da 1ª Conferência Estadual de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso do Sul, no plenário da Assomasul, em Campo Grande. O evento foi organizado pela Assomasul e pela CUT/MS (Central Única dos Trabalhadores).

Coordenada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, a proposta é definir princípios e diretrizes para a reorganização do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, criando condições para a implantação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (Lei 12.608/12). A conferência foi aberta por Sergio Luiz Gonçalves, que representou o presidente da Assomasul, Douglas Figueiredo. Em discurso, Sergio Gonçalves considerou importante e extremamente essencial a realização do evento institucional visando à implantação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Segundo Olegário, a participação nessa etapa Estadual, foi de suma importância para o município, e nos credencia a atender todos os requisitos com referencia a questões ligadas a Defesa Civil, seja Estadual, ou Nacional, "estamos fazendo nossa parte, e iremos representar nosso estado e município para defender nossa proposta a nivel nacional" concluiu.

Durante o evento, várias propostas foram aprovadas e 42 delegados foram eleitos e representarão o Estado na etapa nacional que ocorrerá em novembro, em Brasília. Com o tema “Proteção e Defesa Civil: novos paradigmas para o Sistema Nacional’. Dentre eles três são de Batayporã, sendo o Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil Sidney Olegário Marques, o vereador Salvador Pereira e Marcio Henrique Fernandes, presidente do Conselho de Segurança Publica de Batayporã.

A previsão da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil é que 1,8 mil pessoas participem da conferência, marcada para novembro, em Brasília. De acordo com o Ministério da Integração, são esperados 1,7 mil delegados, entre agentes de Defesa Civil, representantes da sociedade civil e da comunidade científica e dos conselhos profissionais e de políticas públicas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.