Buscar

Câmara reconhece atuação de juiz promovido a desembargador

A atuação do juiz Jairo Roberto Quadros, promovido a desembargador do Estado de Mato Grosso do sul, foi reconhecida pela Câmara de Nova Andradina através de moção de parabenização de autoria do presidente da Casa, vereador Marião da Saúde, em Sessão Ordinária nesta segunda-feira (13).

Moção de parabenização a Jairo Roberto de Quadros é de autoria do presidente da casa, Marião da Saúde (Imagem: Thiago Odeque)

Descendente de família pioneira de Nova Andradina, Jairo atuava até então como Juiz de Direito na Comarca de Dourados e assumiu as funções de desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul no dia 08 de março de 2017. “Pelo grandioso trabalho que sempre realizou em sua jornada como magistrado, trabalho este que reflete em toda a sociedade, reconhecemos sua atuação”, ressaltou Marião, na matéria legislativa aprovada por unanimidade na Câmara.

Leia também
  • Esporte volta a integrar indicações de Ricardo Lima na Câmara
  • Saúde: Indicações do vereador João Dan contemplam Nova Casa Verde
  • Com foco na qualidade de vida da população, Robertinho pede reparos em academia ao ar livre
  • Vereador Ricardo Lima sugere premiação de “Professores do Ano”

TRAJETÓRIA - Jairo Roberto Quadros, descendente de família pioneira de Nova Andradina, sendo seu pai um dos primeiros delegados de polícia da cidade, isso na década de 60, foi casado com uma das primeiras professoras desta cidade, Senhora Efantina de Quadros, mais conhecida como Dona Lalá. Além do desembargador Jairo Roberto a família Quadros é composta de mais dois irmãos, todos advogados.

O juiz Jairo Roberto Quadros iniciou sua carreira há 28 anos, sendo promovido por antiguidade ao TJMS-Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e atuará nas Câmaras Criminais. Graduou-se em Direito, pelas Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso do Sul-FUCMAT, em 1.983 e ingressou na 3º circunscrição de MS em 1.989.

A pedido, foi removido da área criminal e passou a atuar na área cível  da Comarca de Ponta Porã em 1.994. Em outubro de 1.999, foi promovido para a 2ª Vara Criminal de Dourados. Já em 2014, foi removido e passou a judiciar  na 3º Vara do Juizado Especial Central na cidade de Campo Grande-MS, em seguida foi promovido a desembargador e passará a integrar  uma Corte reconhecida nacionalmente pela excelência.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.