Publicado em 02/03/2015 às 09:37, Atualizado em 26/04/2017 às 12:03

Caminhoneiros voltam a bloquear MS-134, em Nova Andradina, e MS-276, em Batayporã

Associação Comercial e Industrial de Nova Andradina pode aderir ao protesto

Acácio Gomes, Redação Nova News

MS-134 voltou a ser bloqueada nesta segunda-feira (02) - Imagem: Germino Roz/Nova News

Na manhã desta segunda-feira (02), caminhoneiros voltaram a fechar a rodovia MS-134, na saída para o Distrito de Nova Casa Verde, em Nova Andradina. A exemplo do que aconteceu no domingo (01), a manifestação foi organizada em frente ao campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Logo pela manhã, uma extensa fila de caminhões e carretas já se formava nos dois sentidos da rodovia. Alguns dos manifestantes disseram que o protesto deveria ser encerrado dentro de algumas horas, porém, no local, havia uma articulação propondo que o bloqueio fosse estendido por tempo indeterminado.

Como já vinha ocorrendo anteriormente, motos, carros de passeio, ônibus de passageiros e viaturas de emergência estavam sendo liberados, apenas veículos de transporte de cargas eram impedidos de seguir viagem. Uma equipe da Polícia Militar Rodoviária (PMR) acompanhava o movimento nesta segunda-feira (02).

Bloqueio desta segunda-feira (02) em Nova Andradina - Imagens: Germino Roz/Nova News
Leia também
  • Caminhoneiros bloqueiam rodovia na região de Nova Andradina

No local, alguns caminhoneiros sinalizaram apoio por parte da Associação Comercial e Industrial de Nova Andradina (Acina). Nas palavras deles, alguns comércios iriam demonstrar solidariedade à causa, fechando suas portas por algumas horas.

O Nova News entrou em contato com a presidente da Acina, Veridiana Kanashima, que confirmou ter sido procurada pelas lideranças do movimento. Ela explicou que propôs uma reunião com membros da classe, a fim de que a adesão da associação ocorra de forma bastante organizada.

“Estou aguardando retorno dos caminhoneiros sobre esta reunião onde serão debatidos e data e o horário deste suposto fechamento do comércio. Se vamos aderir ao movimento, esta adesão deve ocorrer de forma bem articulada”, explicou a presidente. 

Representantes dos caminhoneiros prometeram bloquear também, nesta segunda-feira (02), a rodovia MS-276, no município de Batayporã, o que, de fato, ocorreu por volta das 09h40, em frente ao Posto Tigrão, na saída para a cidade de Anaurilândia.