Buscar

Cinco projetos do IFMS de Nova Andradina são selecionados pela Fundação Estadual de Fomento à Pesquisa

Ao todo, foram 13 projetos do Instituto Federal selecionados em MS

Imagem: IFMS

Cb image default

Segundo o setor de comunicação do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), pelo segundo ano consecutivo, a instituição é a que tem o maior número de propostas selecionadas pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect) para concessão de bolsas a projetos de Iniciação Científica Júnior. Ao todo, 13 propostas foram contempladas na chamada pública 06/2019, destas, cinco são do campus de Nova Andradina. No ano passado, nove projetos da instituição foram selecionados.

Em Nova Andradina, os projetos selecionados foram: 

Rádio pedagógica no IFMS (Análise da oralidade em espanhol como língua estrangeira no ensino técnico integrado ao médio a partir da produção de podcast); Lixo Eletrônico e Educação Ambiental (Uma Proposta de Cartilha Interativa Digital); Fazenda Agronômica (Avaliação de um jogo lúdico na formação do Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio do IFMS); Estudo da Helmintofauna de ovinos no setor de ovinocultura; e Produção de mudas de três espécies nativas do cerrado cultivados em diferentes substratos.

A seleção

A diretora-executiva da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Propi), Caroline Aires, explica que, com o auxílio dos coordenadores de Pesquisa e Inovação nos campi, é feito um trabalho para incentivar os professores do IFMS a buscar fomento externo.

"Quando é aberta uma chamada pública, incentivamos a participação. É mais uma oportunidade para que os pesquisadores desenvolvam seus projetos, o que gera um impacto positivo em nossos estudantes”, explica Caroline.

Nesta chamada pública da Fundect, serão concedidas 130 bolsas de estudo, no valor de R$ 100,00 mensais cada, por um período de 12 meses, para que alunos do ensino fundamental, médio e/ou profissional de escolas públicas desenvolvam os trabalhos, sob a orientação de um professor vinculado a uma instituição superior de ensino.

Cada projeto selecionado poderá indicar de três a dez estudantes para participar, além dos professores coordenadores.

Para a coordenadora de Pesquisa e Inovação do Campus Campo Grande, Marta Luzzi, uma das professoras que tiveram projetos selecionados pela Fundect, a participação em chamadas externas valoriza o estudante e o trabalho docente.

“Temos exemplos de estudantes que, utilizando recursos das bolsas, se organizaram e conseguiram comprar o primeiro computador para trabalhar no projeto. Além disso, as avaliações externas têm um sentido de contribuição. São um reconhecimento da seriedade do trabalho que está sendo desenvolvido no IFMS”, explica a coordenadora.

Projetos – Foram selecionados projetos dos campi Nova Andradina (5), Naviraí (3), Campo Grande (2), Ponta Porã (1), Dourados (1) e Coxim (1). A lista completa pode ser conferida ao final deste texto.

Um dos projetos que conquistaram o incentivo da Fundect - “Caracterização climática de Mato Grosso do Sul usando o método de Thorthwaite (1948) e suas aplicações na agricultura” - é desenvolvido no Campus Naviraí. A pesquisa caracteriza o clima nos 79 municípios do estado, o que auxilia nas decisões de produtores rurais sobre os melhores momentos para plantio, aplicação de insumos e colheita.

Outra proposta contemplada é o projeto “Núcleo de Animação e Roteiro (NuAr)”, do Campus Campo Grande, que une Informática e Língua Portuguesa para que estudantes produzam vídeos. Os participantes ainda compartilham suas experiências com a comunidade por meio de oficinas.

Iniciação Científica – Além da busca por recursos externos, o IFMS oferece periodicamente incentivo para a realização de projetos de pesquisa.

No ciclo 2018-2019 da iniciação científica, foram investidos mais de R$ 564 mil para o desenvolvimento de 178 projetos de pesquisa. Parte dos 405 estudantes envolvidos com os estudos recebeu bolsas, cujos recursos são provenientes do orçamento próprio do IFMS e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Para o ciclo 2019-2020 da iniciação científica, foram selecionadas 211 propostas de projetos de pesquisa com a participação de 497 estudantes do IFMS. Desse total, 218 serão contemplados com bolsas.

Projetos do IFMS aprovados pela Fundect em 2019

Cb image default

(*As informações são do IFMS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.