Buscar

Cocamar oficializa investimento de R$ 30 milhões em Nova Andradina

Cooperativa do Paraná pretende receber soja no município já na próxima safra de verão

A Cocamar Cooperativa Agroindustrial e o prefeito Roberto Hashioka oficializaram nesta semana o investimento de aproximadamente R$ 30 milhões para a construção de um centro operacional de recebimento e armazenamento de grãos. A solenidade também contou com a presença da primeira-dama e deputada estadual Dione Hashioka.

Já adquirida, a área totaliza 12 hectares e fica localizada às margens da rodovia MS-473, na saída para o município de Taquarussu. A previsão é de que as obras sejam concluídas ainda neste ano, já para receber a safra de soja. O projeto foi deliberado pelo Conselho de Administração da cooperativa paranaense.

Unidade de Nova Andradina é a primeira em Mato Grosso do Sul e a segunda fora do Paraná (Foto: Natalho Cuer/PMNA)

Um marco na história 

Nova Andradina é uma das apostas do projeto de expansão da Cocamar. Em fevereiro deste ano, a cooperativa inaugurou na cidade uma loja para a comercialização de insumos agropecuários. Na ocasião, os gestores já haviam adiantado o objetivo de se estruturarem no município para atuar, também, no recebimento de grãos.

O prefeito Roberto Hashioka considerou a iniciativa como “mais um marco na história de Nova Andradina e do Vale do Ivinhema”. “Este investimento representará uma alavancada muito forte na matriz econômica de nosso município e de nossa região na questão da agricultura”, salientou.

Uma cidade extraordinária 

Já o presidente do Conselho de Administração, Luiz Lourenço, destacou o potencial de Nova Andradina. “É uma cidade extraordinária em que nós podemos desenvolver uma pecuária de boa produtividade, junto com a agricultura, pois em Nova Andradina temos um ambiente favorável para produzir grãos e carne”, argumentou. 

“Estamos vindo para Nova Andradina por vermos um grande potencial de investimento e apoio aos produtores, especialmente na integração lavoura, pecuária e floresta, que é algo que nós lutamos bastante. Estamos empenhados juntamente com o prefeito para fazer com que todo o Vale do Ivinhema se desenvolva nesta direção”, complementou. 

O representante também frisou o apoio do Governo Municipal. “Nós tivemos uma recepção maravilhosa. O prefeito Roberto Hashioka foi extraordinariamente receptivo e rapidamente tomou decisões para podermos nos instalar aqui”, comentou o presidente do Conselho de Administração.

(Imagens Natalho Cuer/PMNA)

Reflexão 

Na mesma linha, a deputada Dione Hashioka afirmou. “Este investimento nos dá a oportunidade de refletir sobre tudo o que as cooperativas têm feito e de reiterar o nosso compromisso em apoiar este modelo empresarial baseado em valores”, definiu a parlamentar. 

Com 12 mil associados, a Cocamar é uma das principais organizações cooperativistas do País. Ao todo são 56 unidades que atuam no recebimento de produtos agrícolas e comercialização de insumos agropecuários. A cooperativa também possui um dos maiores parques industriais do cooperativismo brasileiro, em Maringá (PR).

Um governo que incentiva o desenvolvimento 

Segundo o presidente da Diretoria Executiva, José Fernandes Jardim, “se instalar em Nova Andradina é um sonho antigo da Cocamar”. “Fomos motivados pelo prefeito a conhecer melhor a região e nos surpreendemos com o enorme potencial que tem o município”, pontuou o dirigente. 

A expectativa é de que o centro operacional esteja pronto entre outubro e novembro deste ano. 

“Teremos uma estrutura ágil que possibilitará receber até quatro mil toneladas por dia. A possibilidade de estocagem imediata e de secagem será de 20 mil toneladas, pensando já para o ano que vem duplicar essa estrutura”, disse Jardim.

“Nova Andradina é surpreendente. O fato de você encontrar um prefeito como o Roberto Hashioka, animado,  que incentiva e busca estar junto com o município, certamente vai ser um fator para acelerar esse desenvolvimento”, completou o presidente da Diretoria Executiva.

A visita contou ainda com a presença do vice-presidente do Conselho de Administração Antonio Pedrini, coordenador do Conselho Fiscal José Rogério, e dos conselheiros Afonso Akioshi, Luiz Henrique, Luiz Pio, Pablo Jesse, Sebastião Pitterelli, Gerson Franchetti, Albertino Afonso, Valdomiro Peres, Gerson Bortoli e Luis Antonio. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.