Buscar

Com incentivos oferecidos pela Prefeitura, mais uma empresa confirma instalação em Anaurilândia

Anúncio foi feito pelo prefeito Edinho Takazono durante reunião com empresários e vereadores

Cb image default
Lideranças municipais e empresários se reuniram nesta terça-feira (17) - Imagem: Divulgação

Foi confirmada na manhã desta terça-feira (17) a instalação de mais uma empresa de no município de Anaurilândia. Trata-se de um laticínio, que deverá ter sua instalação iniciada nos primeiros meses de 2020.

Os empresários já são proprietários de duas unidades, uma em Bataguassu - Laticínio Gassú - e outra em Dracena (SP) - Laticínio Trevizan -. De acordo com projeto apresentado pelos empresários, a unidade que será construída em Anaurilândia deverá ter uma área de mais de 2.000 metros quadrados e poderá gerar em torno de 40 empregos diretos.

A medida foi comemorada tanto pelo prefeito Edinho Takazono quanto pelos os vereadores de Anaurilândia, responsáveis pela aprovação do projeto que oferece incentivos para que empresários possam se instalar no município.

A empresa terá capacidade de receber cerca de 30 mil litros de leite por dia, podendo ser ampliada e chegar a 50 mil litros por dia, porém, de acordo com os proprietários, a meta é iniciar a produção processando cerca de 25 mil litros por dia. A empresa deve começar produzindo queijo muçarela, leite de saquinho, além de manteiga e outros derivados do leite. Porém, o carro chefe do laticínio será a produção do requeijão.

De acordo com Elizeu Muchon, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, o projeto já passou pela avaliação e aprovação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e agora aguarda a liberação das licenças.

Ainda segundo o secretário, o projeto de lei que autoriza a implantação da empresa já teria sido encaminhado para a Câmara Municipal, inclusive, sendo apreciado e aprovado nas comissões. A aprovação por parte dos vereadores estava prevista para a manhã desta quarta-feira (18), em reunião extraordinária.

Muchon explica ainda que a liberação dos incentivos já conta também com o consenso e aval por parte do Ministério Público Estadual, órgão responsável por acompanhar e fiscalizar os investimentos por parte do município de Anaurilândia.

“O processo para instalar uma empresa no munícipio é demorado. São várias as etapas de tramitação. No caso desse laticínio, já faz mais de seis meses que estamos negociando e agora conseguimos finalizar todas as tratativas”, pontuou.

De acordo com o projeto apresentado, o próximo passo é dar entrada nas licenças ambientais junto aos órgãos estaduais. A área onde será instalado o laticínio fica na MS-276, ao lado da unidade da Copasul. Recentemente, próximo ao mesmo local, foi anunciada a instalação de uma fecularia, que deverá ter sua obras iniciadas nos próximos dias.

O prefeito Edinho Takazono comemorou a conquista dizendo que o município está no caminho certo com relação à geração de emprego e renda. “Isso só esta acontecendo graças à política de incentivos que implantamos. É uma luta de todos nós. Quero destacar o apoio da Câmara Municipal. Entendo que o trabalho traz dignidade para nossa gente, e, por este motivo, estaremos incansavelmente em busca de gerar mais oportunidades para nossa população”, finalizou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.