Buscar

Com projeto de Nova Andradina, Mato Grosso do Sul vence prêmio nacional de habitação de interesse social

O troféu foi entregue a diretora da Agehab, Maria do Carmo Avessani Lopes, e a diretora de habitação, Marcia Lobo

Imagens: Divulgação

Cb image default

O programa de Moradia Precária, do Governo de Mato Grosso do Sul, recebeu nesta sexta-feira (23) o Selo de Mérito, que reconhece as melhores práticas de gestão pública voltadas à habitação popular em todo o Brasil.

Três projetos do estado foram destacados pela Agehab (Agencia de Habitação do Estado) na categoria Projetos, planos e programas voltados para a produção ou gestão de habitação de interesse social, sendo o carro chefe da apresentação o "Condomínio Dignidade", projeto habitacional de Nova Andradina que mudou a vida de 9 famílias carentes, em situação de extrema pobreza.

O troféu foi entregue a diretora da Agehab, Maria do Carmo Avessani Lopes, e a diretora de habitação, Marcia Lobo, além de servidoras municipais e representantes dos outros dois municípios participaram da cerimônia, durante o 66.º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, realizado em Foz do Iguaçu.

Em sua explanação, a diretora Maria do Carmo ressaltou a parceria entre Prefeitura Municipal e governo do Estado na execução de um programa que não visa competir com aqueles oferecidos pelo Governo Federal, mas atender uma lacuna existente dentro das políticas habitacionais.

Nas suas palavras, a união de esforços entre o prefeito Gilberto Garcia e governo do estado foi primordial para o sucesso deste projeto social. "Mais de 30 pessoas moravam num beco, em condições precárias, uma mini favela. Se não fosse este programa e o envolvimento dos gestores municipais, essas famílias jamais teriam oportunidade de ter uma moradia digna para viver. Neste caso, em especial, teve ainda a colaboração de comerciantes, da primeira dama e da comunidade na doação de mobiliário e eletrodomésticos. As casas foram entregues totalmente mobiliadas, através de uma mobilização extra da equipe do município, que fez o diferencial na vida das pessoas",

O projeto foi aplaudido em pé por uma plateia formada por gestores públicos, legisladores, empresários e especialistas em regularização fundiária, linhas de financiamento e projetos de interesse social na área habitacional.

Cb image default

Um dos objetivos do encontro é a apresentação de propostas para o setor habitacional. Entre as pautas em discussão estão o atual panorama da habitação de interesse social no país, o processo de regularização fundiária, alternativas para a política habitacional sustentável, novas tecnologias e políticas exitosas de HIS desenvolvidas por estados e municípios

De acordo com Márcia Lobo, a Caixa Econômica Federal fará estudos para a adoção deste programa em outros estados e municípios brasileiros. A experiência de participar deste evento foi muito positiva, pois pode conhecer várias propostas e soluções para dar dignidade às pessoas de baixa renda por meio da moradia. "O foco da gestão é atender as famílias carentes que sozinhas não conseguem realizar o sonho da casa própria. Em parceria com os governos do estado e federal estamos avançando na construção de quase mil casas populares. É uma grande revolução na área habitacional, graças a visão político-social do prefeito Gilberto Garcia, que prioriza os investimentos em projetos cuja finalidade principal é a dignidade e o bem-estar das pessoas", frisa Márcia Lobo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.