Publicado em 02/09/2015 às 11:16, Atualizado em 26/04/2017 às 13:53

Conferência aponta demandas da juventude em Nova Andradina

Evento organizado pela Comissão Municipal de Juventude foi oficializado por meio de decreto de autoria do prefeito Roberto Hashioka

, Cogecom

Nova Andradina deu início nesta quarta-feira (2) a primeira edição da Conferência Municipal de Juventude. Realizado no Centro de Convivência do Idoso Aparecida Mourão, o evento foi organizado pela Comissão Municipal de Juventude, Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social e Prefeitura de Nova Andradina.

A iniciativa tem como objetivo atualizar a agenda da juventude para o desenvolvimento do município, reconhecendo e potencializando as múltiplas formas de expressão juvenil, além de fortalecer o combate a todas as formas de preconceitos, indicar prioridades de atuação do poder público na consecução da Política de Juventude, entre outros.

Centro da Juventude também marcou presença no evento (Foto: Thiago Odeque/PMNA)

Com representantes de diversos segmentos, a conferência foi regulamentada por meio de decreto de autoria do prefeito Roberto Hashioka e antecede a composição do Conselho Municipal de Juventude, também instituído através de decreto assinado pelo chefe do Executivo de Nova Andradina.

A cerimônia de abertura contou com a presença da secretária municipal de Cidadania e Assistência Social, Jozeli Chulli, primeiro vice-presidente da Câmara Municipal, Ricardo Lima, vereador Quemuel de Alencar, e juiz da Vara Criminal, José Henrique Kaster Franco.

Os trabalhos foram abertos pelo presidente da Comissão Municipal de Juventude Matheus Henrique Fabrício dos Santos e também contaram com a participação do bacharel em Direito pela Universidade Federal da Paraíba, Patrick Campos Araújo, ex-diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE). 

A 1ª  Conferência Municipal da Juventude teve como tema “As várias formas de mudar o Brasil: juventude em ação por uma Nova Andradina melhor”. Entre os eixos debatidos estão ações relacionadas à educação, trabalho, participação, diversidade, saúde, cultura, liberdade de expressão, desporto e lazer, território e mobilidade e meio ambiente.