Buscar

Durante feira, estudantes contam história de time que marcou época no futebol de Nova Andradina

Ex-jogadores do Sena se emocionaram ao reviverem momentos de glória da equipe

Dentre os mais de 400 participantes que expuseram seus trabalhos durante a Feira de Ciência e Tecnologia de Nova Andradina (Fecinova), realizada pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), que ocorreu na última semana, um estande chamou atenção de um grupo de ex-jogadores de futebol.

Os esportistas se surpreenderam e, ao mesmo tempo, se emocionaram com o trabalho apresentado pelos alunos. O trabalho produzidos pelos alunos Analice Barros de Moraes, Micaela Mota da Silva e Hesrriel Felipe dos Santos Alves, contou a história do time da Sociedade Esportiva Nova Andradina (Sena), uma das equipes de futebol que marcou história no passado na cidade.

Cb image default

Sena dos anos 80: De pé o juiz Sapateiro, Claudemir, Paulinho Coquinho, Canela (em memória); Chiquinho, Nenão, Pacote e o técnico Chulé - Agachados estão Zé Luiz, Paulinho Rodrigues, Nilson Aragão, Pedro Honaiser e Luizinho Romeiro - Imagem: Reprodução

De acordo com o resumo apresentado pelos estudantes, o trabalho foi uma pesquisa sobre a origem do futebol, suas manifestações sociais e fatores econômicos e políticos. A pesquisa visou embasamento para a compressão das manifestações que são encontradas dentro de um evento esportivo, bem como observar as manifestações da paixão que muitos moradores de Nova Andradina têm pelo futebol.

Partindo desse principio, os alunos buscaram estudar e apresentar o trabalho, tendo como base uma das equipes que mais marcou história em Nova Andradina, o Sena.

Na última semana, alguns desses atletas que residem tanto em Nova Andradina quanto na região, marcaram presença na Fecinova, que ocorreu nas dependências do Tatersal de Leilões, anexo ao Parque de Exposições Henrique Martins.

O Nova News acompanhou o grupo e pode perceber que o trabalho apresentado pelos alunos emocionou os esportistas, pois eles puderam rever amigos e matar a saudade de um período de glória do futebol nova-andradinense.

Mais da metade do time do Sena, que atuou entre o final dos anos 80 e o começo dos anos 90, visitaram o estande. Lá estavam eles mantando a saudade e revivendo as histórias: Nenão, Paulinho Rodrigues, Luizinho Romeiro, Nilson Aragão, Zé Luiz, Pedro Honaiser e Pacote. A presença dos ex-jogadores, em sua maioria aposentados e outros atuando como profissionais liberais, chamou a atenção de quem passava pelo local.

Cb image default
Paulinho Rodrigues , Pacote , Nenão , Luizinho Romeiro, Nilson Aragao e Zé Luiz ao lado das estudantes responsáveis pelo trabalho - Imagem: José Almir Portela / Nova News

Foi mais de uma hora de resenha em frente à exposição. Deu para ouvir muitos relatos de quem fez história dentro do futebol da cidade. Todos os ex-jogadores lembravam com carinho de alguns já falecidos que, segundo eles, foram muito importantes no contexto da historia Sena.

“É muito bacana poder reviver tudo isso. Um tempo em que jogávamos por amor às cores de nossa cidade”, disse Newton Luiz de Oliveira, o Nenão, ex-jogador e atual vice-prefeito de Nova Andradina.

Outro que revirava os arquivos de fotografia da feira era Luizinho Romeiro que, além de ex-jogador, é considerado o rei da resenha. Era dele que vinham os casos mais bizarros capazes de fazer rir sem parar.

“O Nilson Aragão era a mais fominha do time”, disparou Luizinho em uma de suas pérolas. “Ele passava a bola para mim. Eu nem chegava receber e ele já gritava: Devolve! Era fominha demais!”, disse ele em tom de brincadeira.

O Sena foi fundado nos anos 60, tendo o período de glória no final dos anos 80 e começo dos anos 90, quando, precisamente em 1992, alcançou seu maior feito, tendo conquistado o Campeonato Sul Mato-grossense de Futebol. Após isso, o time ainda disputou algumas competições, porém, sem muita expressão. Após esse período, uma crise se instalou e a equipe foi saindo aos poucos do cenário esportivo.

Atualmente, outro time leva a bandeira de Nova Andradina nas competições estaduais. Com um nome que soa igual e que remete ao time do passado, o Clube Esportivo Nova Andradina, o Cena com “C”, busca trilhar e, quem sabe, reviver os momentos de glória protagonizados pelo antigo Sena com “S”. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.