Buscar

Educação Infantil e Projeto Conviver promovem arraiá em Taquarussu 

O evento foi realizado no Recinto de Eventos José Modesto Dias, e recebeu uma decoração especial para a ocasião.  A festa contou com a presença dos alunos do CEI, da Escola Municipal Irene Linda Ziole Crivelli e da Escola de Educação Especial Novos Horizontes.

A praça de alimentação disponível ofereceu varias comidas típicas como doces, bolos e salgados. Durante o evento foi realizado o sorteio de uma bicicleta. O prefeito Roberto Nem juntamente com a primeira dama Ana Maria estiveram acompanhando todas as apresentações. A secretária de educação, Luciana de Lima Alves, os vereadores Gilso Carrapicho, Adilson Borges, Santina Ferreira Lima e Alfeu Cabral também estiveram na festa. 

Durante a abertura do evento a diretora do CEI, Elisangela Rocha, parabenizou todos os envolvidos e ressaltou a importância de manter vivas as tradições nordestinas, e para isso é preciso inserir essas ações no contexto da base escolar, para que as tradições culturais não se percam com o passar dos tempos.

Em um breve discurso o prefeito Roberto Nem enalteceu todo o trabalho da equipe e se colocou a disposição em oferecer todo apoio necessário para que eventos culturais sejam realizados em Taquarussu.

2º Arraiá do Conviver

Com o objetivo de valorizar a diversidade cultural do Brasil e homenagear os descendentes nordestinos residentes na região, o projeto Conviver promoveu o 2º arraiá em Taquarussu, que contou com a participação do Conviver de Nova Andradina. A festa também teve como objetivo envolver os familiares dos participantes e promover a integração entre os visitantes.

O evento foi realizado no Parque de Exposição José Modesto Dias. O prefeito Roberto Nem e a primeira dama Ana Maria, estiveram no evento juntamente com a secretária de assistência social de Nova Andradina Jozeli Chulli da Silva e a coordenadora do Centro de Convivência do Idoso de Nova Andradina, Aparecida Mourão.

A secretária de assistência social, Ana Maira, ressaltou a importância de manter viva as tradições nordestinas, também promover a integração com Conviver de outras cidades. “Para que a integração aconteça precisamos inserir ações como esta no contexto de nossa administração, para que as tradições culturais  se mantenham sempre fortes”, destacou Ana. (Imagens divulgação)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.