Buscar

Em Nova Andradina,  comandante  da PM-MS fala sobre problemas da PMA 

Coronel Carlos Alberto David dos Santos visitou o 8º BPM nesta quarta-feira

Na tarde desta quarta-feira (05), o comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Carlos Alberto David dos Santos, esteve no 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Nova Andradina, onde se reuniu com os comandantes e policiais militares de Nova Andradina, Nova Casa Verde, Batayporã, Taquarussu, Ivinhema, Amandina, Angélica, Ipezal, Anaurilândia, Quebracho, Bataguassu, Nova Porto XV e Novo Horizonte do Sul. 

A PM não tem tudo o que sonha, mas isso não  atrapalha  o nosso trabalho
Coronel David

Em entrevista, o coronel comentou sobre a questão de investimentos direcionados a Segurança Pública. Questionado sobre a situação da Polícia Militar Ambiental (PMA), que, conforme recente denúncia publicada pelo Nova News, sofre com a falta de estrutura para realizar seu trabalho, o comandante geral se esquivou.  

 

Mesmo sendo informado de que, conforme a publicação, a PMA do Vale do Ivinhema, com sede em Batayporã, conta com apenas duas viaturas, que até dias atrás, estavam quebradas, e que, esta semana, o Ministério Publico intercedeu para que uma caminhonete fosse cedida à instituição, para que os policiais possam se deslocar, o coroneu rebateu. "Essa pergunta é bastante crítica e não reflete as ações realizadas pelo Governo do Estado na área da Segurança Pública", disse.

Comandante garantiu que em cerca de 60 dias, nova viaturas serão entregues às PMs (Foto: Germino Roz)
Leia também
  • Com PMA sucateada, rios do Vale do Ivinhema estão desprotegidos
  • Após denúncia de sucateamento, PMA do Vale do Ivinhema recebe caminhonete 

Coronel Carlos Alberto David dos Santos admitiu que a polícia não tem tudo aquilo que sonha, mas afirmou que este fato não atrapalha o andamento dos trabalhos. 

 

Sobre o futuro da Segurança Pública no Estado, ele citou investimentos como o concurso da Polícia Militar, que integrará cerca de 1.300 soldados às forças policiais e, inclusive, deve beneficiar a região de Nova Andradina. 

 

David ainda comentou sobre a tramitação de um processo licitatório para a compra de mais de 150 viaturas, que deverão contemplar os municípios que não foram atendidos pela Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron). Segundo o coronel, estes novos veículos serão entregues dentro de aproximadamente 60 dias.

Outro ponto abordado durante a entrevista concedida ao Nova News, é com relação aos policiais destinados a cuidar de presídios, uma vez que existe um órgão responsável por isso, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen). Ele disse defender a causa de que os policiais militares sejam retirados dessa função. Nas palavras dele, já foi apresentado projeto sobre o tema, porém, após análise, a medida teria sido rejeitada pelo Governo do Estado.

Reserva

O comandante, que está a pouco mais de um mês para sua reserva, depois de 30 anos de serviço, foi questionado sobre a suposta pretensão de concorrer na eleições desde ano, já que existem nos bastidores políticos rumores de ele teria intenções neste sentido, mas preferiu o silêncio. "Neste momento, visito Nova Andradina a serviço da Polícia Militar, portanto não vou abordar questões políticas", finalizou ele, ao atribuir tais comentários ao trabalho desenvolvido ao longo dos trinta anos de carreira.   

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.