Buscar

Em Nova Andradina, vice-prefeito Nenão prestigia abertura oficial da Fecinova

6ª edição da Feira de Ciência e Tecnologia de Nova Andradina é promovida pelo Instituto Federal com apoio da Prefeitura Municipal

Imagem: William Gomes

Cb image default

O vice-prefeito Nenão prestigiou na tarde de terça-feira (1), a abertura oficial da Feira de Ciência e Tecnologia de Nova Andradina promovida pelo Instituto Federal com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEMEC).

O tema deste ano é "Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável". A exposição, realizada no Tatersal de Leilões, conta com 105 trabalhos enviados por alunos escolas públicas e privadas em todos os níveis da educação básica e tecnológica de Nova Andradina e região. Além de Nova Andradina, expõe trabalhos alunos das cidades de Batayporã, Taquarussu, Angélica, Ivinhema e Novo Horizonte do Sul.

Ao discursar na solenidade, Nenão ressaltou a importância de vivenciar a ciência e a tecnologia nas escolas. Para ele, a criatividade e o talento das nossas crianças e jovens impressiona. "No mundo de hoje, a tecnologia e a ciência são capazes de atrair o interesse de todos e fazer com que explorem o universo do conhecimento para que, assim, possam ter cada vez mais vontade de aprender. Contribuir com a educação científica é investir em um futuro próximo, onde nossas crianças serão as protagonistas", comentou.

Após a abertura, o vice-prefeito percorreu os stands para conhecer os trabalhos científicos expostos e se surpreendeu com a gama de projetos teóricos e práticos apresentados.

O estudo foi pelas alunas Analice Barros de Moraes e Micaela Mota da Silva, da escola Fatima Gaiotto Sampaio, fez Nenão relembrar os áureos tempos do time de futebol SENA, que fez história e teve seu auge na década 80. Trabalhos mais lúdicos e criativos como a construção de um pião de batalha, brinquedo feito com material reciclável feito pelo aluno Eduardo de Matos Lira da Cruz, da Escola Municipal Professor João de Lima Paes também chamou atenção.

O vice-prefeito ainda conheceu em detalhes a experiência das alunas de Nova Verde para a criação de um repelente natural para mosquitos; além de outros trabalhos sobre temas variados como direitos da mulher, reutilização de materiais como alternativa de matéria-prima para construção de bancos, confecção de sabão ecológico até trabalhos mais conceituais e aplicativos para o desenvolvimento de gráficos para a Polícia Militar.

Os trabalhos serão avaliados por comissões formadas por professores e pesquisadores de universidades, institutos federais, escolas públicas e privadas, instituições de pesquisa e demais órgãos públicos.

A premiação será realizada na sexta-feira a partir das 7h30 na Câmara Municipal de Nova Andradina. Os trabalhos concorrem nas categorias nível médio/técnico integrado e nível fundamental, além de melhores pôster/banner, maquete/protótipo, apresentação oral, relatório, e projeto na categoria nível médio/técnico. Todos os autores receberão certificado de participação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.