Buscar

Em parceria com o Senar, Nova Andradina certifica piscicultores

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Prefeitura de Nova Andradina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Integrado, realizaram no último bimestre de 2015 e primeiro trimestre de 2016, o curso “Criador de Peixes em Viveiros Escavados”, voltado a produtores do Assentamento Teijin. A certificação dos concluintes do curso ocorreu na tarde desta segunda-feira (04). No total, foram beneficiados com a iniciativa, 20 produtores da área rural do município.

"O Senar, o Governo Federal e a Prefeitura de Nova Andradina se uniram para ofertar estrutura técnica para um atendimento de qualidade aos agricultores familiares do município, que tem com o curso a possibilidade de diversificar a produção na propriedade, agregando renda”, destaca o secretário Marcio Costa, titular da Semdi, ao destacar o respaldo do prefeito Roberto Hashioka para viabilizar a iniciativa.

Curso de Criador de Peixes em Viveiros Escavados certificou produtores do Assentamento Teijin (Foto: Thiago Odeque/PMNA)

De acordo com o prefeito Roberto Hashioka, o município detém grande potencial na piscicultura, tanto é que, a Prefeitura trabalha no setor, fornecendo apoio técnico. “Sabemos da importância da informação e da tecnologia para aperfeiçoar os sistemas produtivos e melhorar a renda frente à atividade. Por isso, como gestor público, incentivamos a formação e o aprendizado”, salienta, destacando ainda a iniciativa do Governo Municipal em integrar o pescado como componente da merenda escolar das unidades de Ensino da Rede Municipal.

Desenvolvimento e renda

Os cursos do SENAR realizados em parceria com o Pronatec para os cursos de Criador de Peixe em Viveiro Escavado foram demandados pelo Ministério da Pesca. O objetivo da formação é difundir temas como a saúde e segurança do trabalhador, a criação de peixe, a implantação e manejo de viveiros escavados, o manejo de peixe, empreendedorismo, sanidade dos peixes, processamento e comercialização, planejamento da produção e gestão econômica.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.