Buscar

Em parceria com SENAR, Sindicato Rural de Nova Andradina promove cursos

Atividades visam aumentar renda dos produtores

Cb image default
Um dos cursos ocorreu recentemente no Assentamento Santa Olga - Imagem: Divulgação

Com centenas de famílias que vivem concentradas em pequenas propriedades rurais e que às vezes têm apenas um pequeno pedaço de terra para tirar seu sustento, o Sindicato Rural de Nova Andradina procura criar mecanismos para aumentar a renda destes produtores.

A grande maioria dessas propriedades é oriunda de projetos de reforma agrária e, em muitos casos, por falta de orientação técnica, muitos acabam se desfazendo destas terras e migrando para a cidade.

Porém, mesmo atuando em um pequeno espaço de chão e possível produzir e gerar renda. Pensando nisso é que o Sindicato Rural de Nova Andradina, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), desenvolve cursos com objetivo de manter essas famílias trabalhando em suas terras.

Um destes cursos é o de processamento de tomate caseiro, realizado recentemente no Assentamento Santa Olga e que envolveu aproximadamente 12 mulheres, produtoras rurais de famílias diferentes, que buscam sempre inovar e apreender a preparar novos produtos extraídos do campo.

Sempre acompanhados de perto por instrutores do SENAR, as camponesas foram auxiliadas na produção de tomatada, geleia, molho suave, picles, tomate seco, massa especial, molho italiano, doce pétala, entre outros produtos que possivelmente estarão nas feiras e comércios locais em pouco tempo.

Para uma das participantes, o curso foi excelente, pois segundo ela, nem mesmo a água utilizada para fazer a higienização dos tomates foi desperdiçada, sendo reaproveitada para outras finalidades, como a irrigação de plantas, por exemplo.

De acordo com o atual presidente do Sindicato Rural de Nova Andradina, Emerson Israel dos Santos, os produtores precisam aumentar sua renda, ou seja, ganhar dinheiro, extraindo esses recursos de sua própria propriedade. Por isso, segundo ele, precisam receber cada vez mais apoio e incentivo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.