Buscar

Em reunião com Codevale, Nova Andradina solicita incentivo para comercialização da produção de agricultores familiares

Hernandes Ortiz destacou a dificuldade do pequeno produtor atender as normas do SisBi (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal)

O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (Semadi), Hernandes Ortiz, se reuniu na última semana com a diretora da Codevale (Consórcio Público de Desenvolvimento do Vale do Ivinhema), Daniele Cristina Cabriotti com a finalidade de solicitar incentivos para a comercialização de produtos de origem animal nas pequenas propriedades de agricultores familiares de Nova Andradina.

Também participaram da reunião, o produtor do assentamento Santa Olga, Dionizio de Souza Bezerra e a gerente de agricultura e pecuária da Semadi, Liliane da Silva Marques.

Hernandes citou a dificuldade dos pequenos produtores rurais em atender as normas do SisBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) para o abate e comercialização de aves e suínos dentro das suas propriedades.

“Na legislação, um dos critérios é a distância entre o espaço de criação e abate dos animais, que deve ser de 6 quilômetros. Isso inviabiliza a criação nos assentamentos e pequenas propriedades. Solicitamos que a Codevale atue no sentido de flexibilizar esses procedimentos, de modo a viabilizar a comercialização desses produtos dentro do município. Isso vai incentivar o agricultor a sair da clandestinidade e garantir qualidade melhor dos produtos aos consumidores”, defendeu o secretário titular da pasta.

Cb image default
Secretário Hernandes Ortiz citou a dificuldade dos pequenos produtores rurais em atender as normas do SisBI - Foto: Natalho Cuer

A diretora Daniele disse que a direção do Consórcio deverá fazer um estudo e, posteriormente, apresentará uma proposta para atender aos anseios da agricultura familiar de Nova Andradina e de toda a região.

Mais sobre a Codevale

O Consórcio Público de Desenvolvimento do Vale do Ivinhema – Codevale tem a função de integrar políticas e promover parcerias para o desenvolvimento territorial das 12 cidades que o compõem. Além disso, é responsável pela fiscalização do SIM – Serviço de Inspeção Municipal desses municípios, atuando no controle da a qualidade dos produtos de origem animal, como embutidos cárneos, queijo, ovos, mel e doces, monitorando e inspecionando a sanidade do rebanho, o local e a higiene da industrialização, certificando com selo de garantia todos estes produtos.

Ao mesmo tempo, incentiva as pequenas empresas e empreendedores a saírem da clandestinidade, transformando-os em empresários da área urbana e rural, oferecendo aos consumidores nova-andradinenses alimentos com qualidade e segurança garantida.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.