Publicado em 20/01/2014 às 10:57, Atualizado em 26/04/2017 às 08:02

Esgoto da Cadeia Pública de Nova Andradina gera transtornos 

Germino Roz , Redação Nova News 

No último sábado (18), moradores próximos ao Copo de Bombeiros de Nova Andradina, entraram em contato com o Nova News, reclamando sobre o mau cheiro que vinha de um campinho de futebol, existente ao lado do quartel. Segundo eles, o mau cheiro é originado por um vazamento de esgoto da cadeia pública de Nova Andradina, que fica na mesma quadra. A água contaminada acaba sendo escoada para o campo, provocando o transtorno.

Água do esgoto escorre por baixo do muro e se espalha por todo o campo (Foto: Nova News )

Todo o esgoto da cadeia vai para duas caixas próximas ao muro que faz divisa com o quartel do Corpo de Bombeiros, desse modo, quando as caixas entopem, a água passa por baixo do muro e cai em um campo de futebol, que é usado pelos militares do Corpo de Bombeiros em projetos desenvolvidos para adolescentes.

Segundo os bombeiros, o problema já teria acontecido no ano de 2013, mas, foi temporariamente resolvido, depois de uma limpeza feita pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). Porém as atividades realizadas naquele espaço tiveram que ser suspensas em novembro de 2013, uma vez que os adolescentes que participam do projeto dos bombeiros ficariam expostos a contaminação existente no solo. O Nova News tentou falar com o delegado de polícia para obter mais detalhes sobre o fato que diz respeito à Cadeia Pública, porém o plantonista disse que ele não poderia atender naquele momento.

Caixa de esgoto da cadeia pública, não suporta o acúmulo de sujeira e transborda (Foto: Nova News )

Em contato telefônico com o vereador Robertinho (PMDB), que foi quem articulou a solução do problema no ano de 2013, juntamente com o comando do Quartel do Corpo de Bombeiros, a Delegacia de Polícia Civil e a Prefeitura Municipal, fomos informados de que uma reunião será agendada com o Executivo, a fim de conseguir apoio para solucionar o problema. 

“No ano passado, quando o problema apareceu, fizemos uma reunião onde estavam presente o Major Matos, o delegado André Luiz Novelli e o prefeito Roberto Hashioka, para que a situação do esgoto fosse resolvida. Na oportunidade, ficou decidido que a Sanesul faria os reparos necessários. E exemplo do que já foi feito no passado, vamos nos reunir e solucionar o problema", disse ele.

Devido ao vazamento do esgoto no final do ano de 2013, o campo foi interditado e, teve que passar por um processo de descontaminação de solo. Devido a grande proporção de mato, o espaço estava sendo limpo para que a grama pudesse ser plantada e as atividades retomadas, porém tudo teve que ser paralisado e o campo terá que passar por processo novamente.

Ainda de acordo com os moradores daquela localidade, o esgoto que cai ao céu aberto gera um odor desagradável, o que prejudica o bem estar da vizinhança. “Em pleno ano de 2014, um cidadão pagador de impostos ter que suportar este esgoto a céu aberto em frente de casa é uma situação humilhante", desabafou um morador, que preferiu ter sua identidade preservada.  

Imagens Nova News