Buscar

Excesso de velocidade em avenida traz preocupação no trânsito de Nova Andradina

Condutores pisam firme no acelerador ou pilotam suas motos em uma pressa desmedida de qualquer preocupação um que trafega pela Avenida Eurico Soares Andrade

Mais parece uma pista de corrida. Até mesmo em horários de pico, condutores pisam firme no acelerador ou pilotam suas motos em uma pressa desmedida de qualquer preocupação um que trafega pela Avenida Eurico Soares Andrade, uma das principais no trânsito de Nova Andradina.

Quando a noite cai, o problema é ainda pior. Respeitar o semáforo existente no cruzamento da Rua Walter Hubacher não é uma unanimidade, e acidentes com o sinal ‘vermelho’, impedindo a passagem, já foram registrados no local.

Em uma das vias, um redutor de velocidade chegou a ser colocado após um trágico acidente, em setembro de 2017, que vitimou um adolescente, de 15 anos, que ao atravessar a avenida conduzindo uma bicicleta colidiu em um ônibus.

Cb image default
Até parece uma pista de corrida quando se depara com a velocidade de alguns veículos - Foto: Márcio Rogério/Nova News
Cb image default
Situação é ainda pior no período da noite - Foto: Márcio Rogério/Nova News

Para quem trabalha ou mora no trecho entre a Avenida Moura Andrade e os autos do terminal rodoviário, a situação é extremamente preocupante. Atravessar em alguma das faixas de pedestres ao longo da avenida é uma tarefa arriscada e impossível na maioria das vezes.

De alta e até mesmo baixa cilindradas, as motos que trafegam em alta velocidade pela avenida são as grandes vilãs da iminência de um acidente ocorrer a qualquer instante. “A atenção precisa ser redobrada o tempo todo. Vários acidentes já ocorreram aqui nesse trecho e mesmo assim os motoristas não respeitam. Os motociclistas, por exemplo, são os piores e passam com tudo por aqui”, relatou um morador que prefere não ter a identidade divulgada.

Departamento Municipal de Trânsito toma providências

Procurado pelo Nova News, o diretor de Demtran (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte), Anilton Ferreira dos Santos, detalhou à reportagem que o abuso de condutores de veículos ao trafegar pela na avenida passou a ter atenção especial nos últimos dias com a adoção de uma nova medida.

Cb image default
Demtram padronizou velocidade para 40 km/h - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Conforme o diretor, a mudança consiste em alterar a velocidade permitida em que em alguns trechos a máxima estipulada era de 60 km/h. “Ao verificar tal cenário em trechos ao longo de toda a avenida, o Demtran decidiu fixar apenas em 40 km/h a velocidade máxima a ser empregada com a unificação das placas indicativas. Trata-se de uma medida necessária para evitar que mais acidentes aconteçam na via que é uma das mais movimentadas da cidade”.

Outro ponto destacado pelo responsável pelo órgão é a realização de estudos para a colocação de novos redutores de velocidade na avenida. “Um quebra-molas já está sendo instalado na saída para Batayporã e um outro também deverá ser colocado no trecho oposto que mais traz preocupação”, diz Santos.

“O Demtran está atento à questão e tomará as providências necessárias para dar fim a esse problema. Mesmo sendo uma avenida, a Eurico Soares é uma via urbana que há uma grande movimentação de pessoas. Os índices de acidentes aumentaram e houve dia em que até cinco casos foram registrados. Deste modo, vamos desenvolver ações educativas em conjunto com a Polícia Militar com o intuito de alertar a população”, expôs o diretor à reportagem.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.