Buscar

Família de Nova Andradina pede ajuda para mulher que pesa 190 quilos e precisa de tratamento urgente

Diagnosticada com obesidade mórbida, Cristina Knopp Bento, de 36 anos, sofre com várias complicações de saúde

Cb image default
Paciente tem 190 quilos e ganha mais peso a cada dia. Família teme que espera por tratamento custe a vida de Cristina - Imagem: Cedida pela Família

Na manhã desta quarta-feira (30), a família de uma mulher de 36 anos, identificada como Cristina Knopp Bento, residente no Bairro São Vicente, em Nova Andradina, procurou o site Nova News para pedir ajuda com relação à situação de Cristina que sofre de obesidade mórbida e pesa atualmente 190 quilos.

Segundo a tia, Maria Lúcia, e a prima, Luciene Knopp, a paciente está, desde segunda-feira (28) internada no Hospital Regional de Nova Andradina. “A obesidade trouxe para ela várias complicações, como dificuldades para respirar, problema do coração e agora ela já não consegue mais andar e precisa fazer uso de fralda geriátrica. É uma situação deprimente”, afirma a tia.

Nas palavras dos familiares, Cristina procurou ajuda médica em março de 2017, quando pesava 141 quilos, sendo que, durante atendimento, o profissional de saúde indicou a realização de uma cirurgia bariátrica. Agora, em maio de 2018, ainda sem conseguir passar pelo procedimento cirúrgico, a paciente já chegou aos 190 quilos e continua a ganhar peso.

Cb image default
Família pede ajuda para conseguir tratamento e também em doações para compra de fraldas geriátricas - Imagem: Acácio Gomes / Nova News

Tanto a tia quanto a prima de Cristina, afirmam que procuraram por diversas vezes a Secretaria de Saúde de Nova Andradina em busca da viabilização da cirurgia, porém sem sucesso. A prima Luciene disse ao Nova News que telefonou para Campo Grande a fim de fazer um orçamento da cirurgia de forma particular e obteve a informação de que o procedimento custaria cerca de R$ 30 mil, valor que a família não possui.

“Não estamos tento dinheiro nem para comprar nem as fraldas geriátricas, quanto mais para custear a cirurgia. Temos medo de ela ficar muito mais tempo esperando o procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não resistir”, disse Maria Lúcia, ao informar que Cristina tem três filhos menores, de 12, 15 e 17 anos. “Temos medo de que o pior aconteça”, disse Luciene.

Os familiares afirmam saber que a cirurgia bariátrica demanda uma fila de espera, mas revelam que, em seu entendimento, a paciente deveria receber algum tipo de tratamento ou acompanhamento que lhe garanta o mínimo de qualidade de vida até que o procedimento seja realizado. “Do último dia das mães (13) até esta quarta-feira (30) ela ganhou quase 20 quilos. Ela está muito inchada e nos pede a todo o momento para não a deixarmos morrer. Não sabemos mais o que fazer”, desabafa Maria Lúcia.

Cb image default
Tia e prima disseram ao Nova News que do Dia das Mães (13/05) até esta quarta-feira (30/05), Cristina ganhou cerca de 20 quilos - Imagem: Cedida pela Família 

Doações

A família também pede ajuda da população para a compra de fraldas geriátricas. Doações podem ser levadas na casa da tia de Cristina, localizada na Rua Vearni Castro, 563, Vila Operária. Mais informações pelo telefone da família (67) 9 9854-2946.

Outro lado

O Nova News manteve contato, por telefone, com a Secretaria de Saúde de Nova Andradina para obter um posicionamento da pasta sobre o caso de Cristina Knopp Bento, porém, a atendente disse que o secretário e o sub-secretário não poderiam atender naquele momento. O site então acionou o assessor especial do Governo Municipal, Vicente Lichoti que se comprometeu a obter as devidas informações e dar um retorno à reportagem assim que possível.

Abaixo, documentos médicos comprovam obesidade mórbida e encaminham para cirurgia bariátrica

Cb image default
Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.