Buscar

Geriatra de Nova Andradina dá dicas para um envelhecimento mais saudável

Isabela Cappi afirma que a prevenção é sempre o melhor caminho

Imagens: Acácio Gomes

Cb image default

Ao contrário do que muitas pessoas pensam chegar à terceira idade não é sinônimo de ter uma saúde fragilizada, muito pelo contrário, é possível sermos idosos saudáveis, ativos e com muita qualidade de vida, mas isso, é claro, depende de nossas próprias atitudes ainda na juventude. Como em quase tudo na vida, a prevenção é sempre a melhor opção.

Segundo a geriatra Isabela Cappi, que atende em Nova Andradina, as pessoas preocupadas em manter a saúde em dia quando chegarem a uma idade mais avançada devem procurar orientação médica de forma preventiva. “O ser humano começa a envelhecer a partir dos 30 anos, portanto o ideal é consultar o profissional geriatra a partir dos 35 ou 40 anos”, explica.

Formada no Instituto Metropolitano de Ensino Superior – União Educacional do Vale do Aço, em Ipatinga (MG), com pós-graduação em Medicina do Trabalho pela Faculdade Unidas do Norte de Minas Gerais – Funorte, e ainda com pós-graduação em Geriatria pela Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente (SP), a médica explica que o ideal é tratar os problemas decorrentes da idade à medida em que eles aparecem, evitando complicações futuras.

A grande chave para garantir saúde na terceira idade é a prevenção. Precisamos nos antecipar às doenças que geralmente acometem as pessoas à medida em que a idade avança

Isabela Cappi

“O profissional geriatra faz o acompanhamento do envelhecimento, realiza o diagnóstico precoce das doenças e procede ao melhor tratamento para evitar que o paciente perca a qualidade de vida com o passar do tempo. Ter saúde aos 60, 70, 80 anos é resultado de uma intervenção clínica eficaz ainda na juventude, evitando que os problemas se tornem crônicos”, garante Isabela Cappi.

A médica explica que na área da geriatria, todos os tipos de doenças são abordados, no entanto, merecem destaque a prevenção e o tratamento contra Alzheimer e o Parkinson. “Nosso objetivo é proporcionar autonomia e independência ao paciente”, explica Isabela, ao comentar que as principais reclamações dos idosos são dores pelo corpo e esquecimento ou memória fraca.

Cb image default

Ao finalizar a entrevista, Isabela Cappi frisou que envelhecer com qualidade é perfeitamente possível. “Reforço que a grande chave para garantir saúde na terceira idade é a prevenção. É muito importante ter acompanhamento do profissional geriatra independente da pessoa sentir ou não algo de anormal. Precisamos nos antecipar às doenças que geralmente acometem as pessoas à medida em que a idade avança”, disse.

Além da Geriatria, Isabela também atua na área da Medicina do Trabalho, que consiste em prevenir e diagnosticar enfermidades que podem ser provocadas pelo fato de o paciente exercer determinada atividade profissional. A médica atua ainda como clínica geral e com Auriculoterapia, é uma forma de medicina alternativa.

A Auriculoterapia é baseada no fato de que o pavilhão auditivo da orelha, ou aurícula, é um microssistema em que todo o corpo é representado por um mapa. Através de estímulos em determinados pontos é possível tratar problemas de saúde física, mental ou emocional, como ansiedade, cefaleia e tabagismo, com ou sem a associação de medicamentos.

Serviço

Para mais informações, entre em contato com a médica Isabela Cappi, que atende de segunda a sexta, a partir das 17h30, e aos sábados, das 08h às 12h, na Revitalize Espaço Saúde, localizada à Rua Redentor, 1367, em Nova Andradina. Agendamentos pelo telefone (67) 3441-4661.

Créditos da publicação*

*Responsável pela publicação: Acácio Gomes - Jornalista 1500/MS. Para saber como divulgar seu trabalho ou empresa através da internet e conhecer nosso serviço de assessoria de imprensa >>clique aqui<<.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.