Buscar

Governo assina decreto para criação de presídio em Nova Andradina

O estabelecimento penal deverá contar com 150 vagas e terá como objetivo desafogar as cadeias da região 

Assinatura do decreto ocorreu na sede da Governadoria (Foto: Notícias MS)

Já está autorizada a construção de dois novos presídios no Complexo da Gameleira, em Campo Grande. As ordens de serviço para o início das obras foram assinadas na última semana pelo governador André Puccinelli, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, e o superintendente da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso do Sul, Paulo Antunes de Siqueira.

Com capacidade para 1.010 novas vagas, sendo 407 no presídio feminino e 603 no presídio masculino e investimentos de R$ 32,9 milhões, em recursos da União, através do Ministério da Justiça e com contrapartida do Governo do Estado, o novo complexo penitenciário tem conclusão prevista para o ano de 2015. De acordo com o superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, de todos os estados brasileiros, Mato Grosso do Sul foi o único que conseguiu aprovar os projetos para a construção dos presídios e licitar as obras dentro do prazo.

O ato de assinatura das ordens de serviço contou ainda com as presenças a da coordenadora da COVEP (Coordenadoria das Varas de Execuções Penais) do Tribunal de Justiça, desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges; do superintendente de Políticas Penitenciárias da Sejusp, delegado Aloysio Franco de Oliveira; do diretor-presidente da Agepen, coronel Deusdete Oliveira Filho e de juízes da COVEP.

Nova Andradina

Na ocasião, também foi assinado pelo governador André Puccinelli o decreto de criação do Presídio de Nova Andradina, com capacidade para 150 presos, que irá atender o município, bem como as cidades vizinhas, desafogando assim as cadeias existentes nas delegacias. A superlotação na Cadeia Pública de Nova Andradina sempre representou uma preocupação para as autoridades locais. 

Leia também
  • Mais detentos são transferidos da Cadeia Pública de Nova Andradina
  • Mais 12 detentos são transferidos da Cadeia Pública de Nova Andradina
  • Presos são transferidos da Cadeia de Nova Andradina, mas a superlotação continua 

Este ano, várias transferências de presos para outras unidades já foram realizadas, porém com as constantes prisões, o caos continua. 

 

Também estão sendo criadas em Mato Grosso do Sul, com recursos próprios do Governo do Estado, outras 1.450 novas vagas em presídios do interior do Estado. 

 

Destas vagas, 90 delas são em Jardim, 100 em Ponta Porã, 750 em Dourados, sendo 500 para homens e 250 para mulheres, mais Amambai, Corumbá, Jateí e Coxim, com 100 vagas cada. (As informações são do site Notícias MS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.