Quarta, 11 de Dezembro de 2019
Buscar

Há cerca de 10 anos, aniversário de Batayporã se resume a apenas um feriado

Município completa 56 anos nesta terça-feira (12)

Cb image default
Batayporã completa 56 anos com muitas deficiências em vários setores - Imagem: Arquivo / Nova News

Sem qualquer tipo de comemoração ou evento relevante, nesta terça-feira (12), o município de Batayporã completa 56 anos. Conforme apurado pelo Nova News, há cerca de 10 anos, a data não passa de um feriado, sem a realização de nenhum tipo de comemoração de grande porte.

Ao contrário do que acontece em municípios próximos, como Nova Andradina, Ivinhema, Taquarussu e Anaurilândia, por exemplo, onde programações artísticas e culturais atraem até mesmo a população de outras cidades da região, em Batayporã nenhum tipo de atrativo é oferecido aos seus moradores.

Na cidade, os únicos eventos alusivos ao aniversário deste ano foram a inauguração do novo espaço da feira do produtor, com a realização de um ato ecumênico, no sábado (09), e uma competição esportiva que está programada para os dia 15, 16 e 17 deste mês.

O município também atravessa uma crise econômica e política, com poucas oportunidades de trabalho e consequente aumento do desemprego, desistência de vários secretários municipais que deixaram suas pastas ao longo dos últimos meses e ausência de uma gestão que atue de forma efetiva no sentido de sanar os problemas enfrentados pela população.

Batayporã também tem se mostrado carente no que diz respeito à elaboração de projetos que fomentem o desenvolvimento econômico e social. Mesmo bem localizada geograficamente, próximo à divisa com os estados de São Paulo e Paraná, o município não têm se mostrado interessante para possíveis investidores.

Apesar de sua população acolhedora, da tranquilidade típica das cidades do interior e do empenho de seus comerciantes e empresários, Batayporã completa 56 anos com muitas deficiências em vários setores e com o anseio da população em, quem sabe em um futuro próximo, ver a “Cidade Amizade” em melhores condições.

História

Batayporã é fruto do projeto de colonização do industrial tcheco Jan Antonin Bata, que é fundador e idealizador de mais de oitenta cidades em todo o mundo.

O município situa-se em terras que pertenciam à Companhia Viação São Paulo-Mato Grosso, então de propriedade de Jan Bata, que as adquiriu em 1921.

Através de lei publicada no Diário Oficial, do então Estado de Mato Grosso, em 14 de dezembro de 1953, o pequeno povoado foi elevado à categoria de distrito. Mais tarde, em 1963, o distrito passou pelo processo de emancipação, avançando para a categoria de município.

Batayporã não é a única cidade de Mato Grosso do Sul a ‘apagar velinhas’ nestes dias. Anaurilândia, Ivinhema, Jateí, Naviraí e Pedro Gomes comemoraram aniversário nesta segunda-feira (11). 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.