Buscar

Hashioka confirma início de obras de drenagem nos bairros Horto Florestal e Guiomar Soares 

Governo Municipal irá investir aproximadamente R$ 2 milhões em recursos próprios na instalação da estrutura de captação e distribuição de águas pluviais; etapa antecede pavimentação asfáltica da regiã

O prefeito Roberto Hashioka confirmou a conclusão dos procedimentos licitatórios para dar início à implantação das redes de drenagem de águas pluviais nos bairros Horto Florestal e Guiomar Soares. A iniciativa corresponde à primeira fase das obras de infraestrutura que serão realizadas na região. 

O Governo Municipal estima investir cerca de R$ 2 milhões no empreendimento. "São recursos próprios que, graças à nossa austeridade na gestão pública, irão garantir mais infraestrutura para a nossa população, elevando a qualidade de vida e valorizando, com o asfalto, os imóveis desta localidade", afirmou. 

Roberto Hashioka projeta pavimentar 100% de Nova Andradina até 2016 (Foto: Natalho Cuer/PMNA)

De acordo com o prefeito Roberto Hashioka, as obras visam a instalação da estrutura de captação e distribuição de águas pluviais em uma extensão de aproximadamente três mil metros lineares para que, posteriormente, as vias recebam a pavimentação asfáltica. 

Vila Beatriz e Campo Verde

Quanto à segunda etapa dos serviços na região, voltados para os bairros Vila Beatriz e parte do Campo Verde, o gestor informou que os procedimentos licitatórios estão em andamento. "Concluído os trâmites necessários daremos início às obras de implantação de redes de drenagem nestes dois bairros", pontuou.

Segundo o chefe do Executivo municipal, a expectativa é de que na segunda fase sejam investidos outros R$ 2 milhões, também em recursos próprios da Prefeitura, na implantação das redes de drenagem em uma extensão de aproximadamente três mil metros lineares. 

A exemplo do Horto Florestal e do Guiomar Soares, os processos para a pavimentação asfáltica dos bairros Vila Beatriz e parte do Campo Verde terão início após a instalação de toda a estrutura de captação e distribuição de águas pluviais, que está em procedimento licitatório. 

"Já possuímos os recursos da drenagem para o Horto Florestal e Guiomar Soares, onde as obras começarão nos próximos dias, e também para o Vila Beatriz e Campo Verde, que está com a licitação em andamento. Terminada a implantação das redes de drenagem serão investidos novos recursos, desta vez, na pavimentação", disse.

A iniciativa integra o pacote de R$ 30,1 milhões para levar infraestrutura a 100% dos bairros de Nova Andradina. Em áreas como Edson Zanata, Antonio Migliorini, Irman Ribeiro e Centro as obras foram concluídas. Atualmente, os serviços estão concentrados no Celina Gonçalves, Almesinda Souza e Randolfo Jareta. 

Balanço

O chefe do Executivo municipal também ressaltou os mais de 77,3 mil m² de ruas pavimentadas em Nova Andradina nos últimos dois anos e que resultaram em um investimento de mais de R$ 4,3 milhões. Do total, aproximadamente 80% correspondem a recursos próprios do Governo Municipal.

Os serviços estão aliados à recuperação e revitalização de ruas e avenidas que já possuem asfalto. Nos últimos dois anos, por exemplo, a Prefeitura de Nova Andradina investiu, também com recursos próprios, mais de R$ 3,5 milhões na manutenção de vias urbanas. 

"O aperfeiçoamento da nossa gestão e a austeridade com a aplicação dos recursos públicos é o que tem possibilitado projetos do gênero, mas sem deixar de investir em setores essenciais como a saúde, a educação e a assistência social. Tudo isso em um período onde boa parte dos municípios sofre com dificuldades financeiras", analisou.

O gestor também ressaltou a atuação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra). "Através da secretária Elizabeth Anami é importante destacarmos o empenho de cada servidor que no exercício de sua função também tem trabalhado para o desenvolvimento de Nova Andradina", enfatizou. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.