Publicado em 10/03/2014 às 16:08, Atualizado em 26/04/2017 às 08:40

Hashioka confirma investimentos para Banda Getúlio Vargas

Anúncio de aquisições para diversos setores foi feito durante pagamento do Bolsa Banda”

, Assessoria de Imprensa/PMNA

O prefeito Roberto Hashioka confirmou uma série de investimentos para a Banda Marcial Municipal Getúlio Vargas (BMMGV) em 2014. Além do “Bolsa Banda”, a Prefeitura de Nova Andradina irá reforçar as ações para o projeto a partir da aquisição de acessórios, instrumentos musicais e equipamentos para o corpo coreógrafo. 

Banda é vinculada à Semcias com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Foto: Natalho Cuer/PMNA)

O coordenador e maestro Edson Dias Pinheiro destacou a iniciativa do Executivo municipal e ressaltou o apoio da Prefeitura para a estruturação da banda. “Graças aos investimentos do Governo Municipal nós temos condições de desenvolver nosso trabalho com muito mais qualidade”, observou.

Na mesma linha, a secretária de Cidadania e Assistência Social, Jozeli Chulli, reiterou a iniciativa e destacou o apoio dos pais dos integrantes da BMMGV. “Vocês estão todos de parabéns e eu tenho certeza que o Governo Municipal, através do prefeito Roberto Hashioka, vai sempre avançar e realizar este belo trabalho”, disse.

A anúncio das novas aquisições foi oficializado durante o primeiro pagamento do “Bolsa Banda” do ano, referente a fevereiro, mês em que foram retomadas as atividades. O benefício contempla 87 alunos e, nesta etapa, somou R$ 5.288,73, de um total de R$ 63.464.76 previstos para 2014.

Na ocasião, o gestor comentou sobre a reativação do projeto em 2001, quando assumiu seu primeiro mandato à frente do Executivo municipal. “Fomos nós que retomamos a Banda Getúlio Vargas, investimos na aquisição de equipamentos, uniformes e instrumentos e criamos o Bolsa Banda”, recordou. 

O prefeito ressaltou ainda o apoio da deputada estadual Dione Hashioka para a estruturação da Banda Marcial de Nova Andradina. “Também sempre tivemos a parceria da deputada Dione que na época colocou emendas e recursos para a aquisição de instrumentos”, afirmou.

De acordo com os processos em andamento, a previsão é de que os investimentos nesta fase cheguem a R$ 52.590,50. “A nossa preocupação é a de oferecer condições para o crescimento e, para isso, iremos investir em equipamentos e instrumentos que estejam à altura de nossa banda”, concluiu Hashioka.