Buscar

Hashioka entrega Prefeitura com R$ 15,5 milhões

O ex-prefeito Roberto Hashioka entregou a Prefeitura de Nova Andradina com R$ 15.554.007,37 milhões em caixa. Os valores foram confirmados durante a solenidade de transmissão de cargo, esta manhã no Paço Municipal, em que os documentos da situação orçamentária da Prefeitura de Nova Andradina foram entregues por Hashioka ao atual gestor.

De acordo com o relatório, no total global da situação financeira do município estão computados os valores em conta corrente da Prefeitura de Nova Andradina, bem como os demais fundos, de Assistência Social, Investimento Social, de Saúde, da Criança e Adolescente, Fundeb, de Habitação, meio ambiente, de Urbanização e da Finova.

“Considerando a situação econômica de dificuldades que muitos municípios têm enfrentado, temos que reconhecer que o valor que deixamos em caixa garante tranquilidade para o início da nova gestão”, afirma Hashioka.

Durante a transmissão do cargo, o ex-prefeito relatou sua satisfação com a recente pesquisa divulgada por um site de notícias do município que apurou a aprovação da administração em 56% de ótimo e bom, índice esse que supera e muito o percentual de votos obtidos nas últimas eleições e que corresponde a 41,85%.

Valores foram confirmados pelo ex-prefeito durante a solenidade de transmissão de cargo (Imagem: Thiago Odeque)

“Conseguimos colocar Nova Andradina num patamar de referência no Mato Grosso do Sul e no Brasil. Trabalho que devemos à nossa equipe, à organização e gestão no trato da coisa pública. Reconheço a importante colaboração dos nossos servidores, do mais humilde ao mais graduado, em benefício da nossa cidade, o que nos permitiu conquistar as maiores honrarias em 2016”, destacou, fazendo menção à conquista do prêmio “Prefeito Amigo da Criança”. Premiado pela terceira vez, Hashioka integrou a lista de apenas seis gestores vencedores da categoria "Destaque Nacional".

Quanto ao prêmio “Prefeito Empreendedor”, Hashioka venceu a etapa Estadual, nas categorias “Inovação e Sustentabilidade”, “Melhor Projeto” e o troféu “Atores do Desenvolvimento”. Na etapa Nacional, venceu com o “Melhor Projeto da Região Centro-Oeste”. E com o “Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas”, na primeira edição do prêmio concedido pelo Tribunal de Contas a apenas cinco prefeitos do Brasil, um de cada região do país.

Hashioka também elencou o trabalho efetuado ao longo do mandato, com destaque às 25 obras que estão em andamento e que totalizam investimentos de R$ 21.846.424,42, sendo que R$ 6.572.237,45 já foram pagos, restando R$ 10.652.034,20 para o Governo Federal, R$ 685.710,77 ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e a parcela correspondente do município, que totaliza R$ 3.936.442,00.

Quanto às 10 obras conveniadas, que ainda serão iniciadas, totalizam R$ 9.640.953,30, obras estas importantes nas mais diversas áreas da administração, sendo que R$ 5.212.376,00 são provenientes do Governo Federal, R$ 4.117.690,93 de recursos Estaduais, e  para o município, como contrapartida, somente R$ 310.886,37.  “Tanto as obras em andamento como as conveniadas sofreram atrasos por conta da crise política e econômica que atingiu o país nos últimos anos, impossibilitando assim que os recursos federais fossem liberados, respeitando os cronogramas destas obras”, frisou Hashioka.

Os avanços na área da Educação também foram elencados pelo  ex-gestor que aplicou 28,47% do orçamento na área. Com o maior número de servidores, a Secretaria de Educação é uma das mais premiadas do Estado, com destaque para a primeira colocação do Ideb, nos anos finais, em Mato Grosso do Sul. De acordo com o índice divulgado no último ano, o Ideb de Nova Andradina saltou de 4,9 para 6,4 nos anos iniciais e de 4,9 para 6,6 nos anos finais.

Destaque também para a Finova (Fundação Instituto de Tecnologia e Inovação de Nova Andradina), primeira de Mato Grosso do Sul nas respectivas áreas. Instituída na gestão tucana, é referência pelo modelo de cooperação estabelecido com as Universidades Públicas e Privada (IFMS, UFMS, UEMS, Uniesp), pelo estímulo ao empreendedorismo, à Agricultura Familiar e aos pequenos produtores e com capacitações que visam a produção com mais qualidade e menor custo, a iniciativa elevou Nova Andradina ao patamar de “Cidade Inovadora”.

Quanto ao título de “Cidade Salvadora de Vidas”, o ex-prefeito ressalta que 22,02% foram aplicados na Saúde e cita como maior conquista a ativação dos 10 leitos de UTI, fruto da sensibilidade e da boa parceria com o Governo do Estado, através o Governador Reinaldo Azambuja.

Os investimentos têm possibilitado ainda, a estruturação de um complexo de saúde que é referência no Mato Grosso do Sul, com a ativação da UTI de Adultos, a construção da UCI e UTI Neonatal, Centro de Diagnóstico de Imagem, a construção da Unidade Básica de Saúde com duas equipes completas e que permitirá o atendimento às áreas não cobertas, tanto urbanas quanto rurais e a implantação dos serviços de hemodiálise já anunciada pela iniciativa privada e que atenderá pacientes do SUS e conveniados.

Na área Social, destaque para os programas de apoio às crianças, jovens e idosos que pelas boas práticas, resultou em premiações importantes para a secretaria, a exemplo do “Prêmio Prefeito Amigo da Criança”, já mencionado.

Quanto ao orçamento do município, Hashioka apontou que, ao assumir o mandato, em 2013, era de R$ 101 milhões. “Estamos entregando o mandato com um orçamento de R$ 172 milhões, um aumento de 70% ”, expôs. Em relação à receita, segundo o ex-prefeito, 45,5% se restringe à despesa de pessoal. “Um índice muito favorável comparado às demais prefeituras do Estado”, pontua.

 “Assumimos a Prefeitura com 43% da Receita Corrente Líquida comprometida com os salários, porém não estavam computados os abonos de alimentação e o recolhimento da Previdência Própria sobre estes valores. Os servidores também estavam com 20% dos salários defasados, decorrentes da falta de correção nos anos de 2010, 2011 e 2012, excetuando-se os professores. A categoria, que recebeu em nossa gestão 25,5% de aumento, o que determinou o piso salarial do município em R$ 3.688,00, ou seja,  70% maior que o Piso Nacional, correspondente a R$ 2.135,00”, elencou, destacando ainda que ao longo de quatro anos, os salários dos servidores foram recuperamos com 61,6% de aumento.

“Agradecendo muito a Deus pela oportunidade, ao povo de Nova Andradina pelo apoio que recebi ao longo destes 12 anos de mandato, entendo eu que minha missão foi cumprida e fico feliz. Foram momentos muito difíceis que passamos, porém enfrentados sempre com austeridade. Aproveito para agradecer e reconhecer o mérito dos colaboradores, que fazem o brilho do Executivo Municipal”, afirmou Hashioka.

“Nova Andradina é uma cidade diferente, todos que aqui passam também entendem dessa forma. Que a nova gestão tenha sucesso, e desempenhe suas funções com fibra para comandar essa cidade que é construída por todos. Que a paz consolide o processo de desenvolvimento da cidade, pois todos nós aqui temos que defender Nova Andradina, defender essa terra. Viver aqui é bom demais. Nosso desejo é que Deus possa estar abençoando a todos. Um Feliz 2017, com muita saúde, paz e felicidade! ”, concluiu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.