Publicado em 21/05/2019 às 11:25, Atualizado em 21/05/2019 às 15:31

Hospital Regional de Nova Andradina emite nota de esclarecimento sobre episódio envolvendo enfermeiros e vereador

Direção da entidade afirma que mal entendido já foi resolvido

Acácio Gomes, Redação Nova News

Imagem: Arquivo

Cb image default

No final da manhã desta terça-feira (21), o Hospital Regional (HR) Francisco Dantas Maniçoba, de Nova Andradina, encaminhou ao Nova News, nota de esclarecimento sobre o episódio ocorrido no sábado (18), quando enfermeiros que atuam na unidade acusaram o vereador Airton Castro (PDT) de tentar “dar uma carteirada”, ou seja, tentar usar de seu status de parlamentar para visitar, fora do horário, um amigo internado.

O fato foi noticiado pelo Nova News, na mesma data, ou seja, no sábado (18), entrou em contato com o vereador e com o diretor administrativo da Fundação de Saúde de Nova Andradina (Funsau-NA) - entidade responsável pelo HR -, Valmir Moraes da Silva. Airton Castro retornou as ligações à noite, afirmando ser inocente. “O que eu pedi foi uma gentileza, não tentei forçar nada”, disse ele.

Já Valmir disse o Nova News que se manifestaria apenas a partir de segunda-feira (20). De fato, nas últimas horas, ele encaminhou uma nota ao site. No documento, a direção do HR afirma que o que seriam um mal entendido, já teria sido resolvido entre as partes.

Confira a nota:

Nota de Esclarecimento do Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba

O Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba (FUNSAU-NA) e seus diretores esclarecem a comunidade sobre as informações publicadas no dia 18 de maio de 2019.

Convém ressaltar que existe uma função ligada ao cargo de vereador que é fundamental para a própria saúde da nossa democracia. Trata-se da fiscalização das ações do Poder Executivo Municipal.

Em razão da função de vereador e de suas prerrogativas, o diretor administrativo e financeiro solicitou aos recepcionistas a permissão para que o vereador adentrasse ao hospital, o que foi negado pelos enfermeiros.

No tocante às visitas, a unidade hospitalar possui regras internas, bem como protocolos clínicos e horários específicos para tal, buscando a organização dos setores, melhor atendimento e bem estar do paciente internado.

No entanto, na manhã do dia 20 de maio, as partes realizaram reunião, colocando um fim em todo o imbróglio ou mal-entendido, participando a Diretoria do Hospital, os enfermeiros, recepcionista e o vereador.

Vem esclarecer também que o Hospital Regional tem como objetivo principal prestar atendimento de qualidade, de modo ético e humano, contando com excelente equipe de profissionais que atuam de forma integrada no tratamento dos pacientes.

Os funcionários do hospital e seus prestadores de serviços tem pleno conhecimento que a presença de parentes e amigos representa um importante apoio para os pacientes no momento da internação e, sem dúvida, colabora para seu processo de recuperação.

As medidas necessárias estão sendo tomadas, no sentido especialmente de melhoramento do atendimento a pacientes, familiares e visitantes.

O principal motivo do presente esclarecimento é o respeito para com a população.