Buscar

IFMS de Nova Andradina certifica estudantes de cursos técnicos e do Pronatec

O Câmpus Nova Andradina do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) certificou 90 estudantes de cursos técnicos integrados e do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A cerimônia foi realizada na Câmara de Vereadores e contou com a presença da reitora, Maria Neusa de Lima Pereira.

Foram certificados 45 estudantes dos cursos técnicos integrados em Agropecuária e Informática. A outra metade era de concluintes dos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) ofertados por meio do Pronatec, com carga horária entre 160 e 250 horas.

Estudantes foram certificados pelo IFMS em Nova Andradina (Foto: Ascom/IFMS)

Receberam os certificados estudantes dos cursos de Instalador e Reparador de Redes de Computadores, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos, Assistente de Produção Cultural, Auxiliar de Pessoal, Operador de Computador, Produtor Agropecuário, Recepcionista e Vendedor.

Durante a cerimônia, a reitora falou sobre a missão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, da qual o IFMS faz parte, parabenizando os estudantes por concluírem mais uma etapa de suas trajetórias acadêmicas.

“Temos um diferencial, que é ofertar cursos do ensino básico até o doutorado. Isso possibilita que muitos alunos retornem à instituição posteriormente para continuar seus estudos em cursos que dão ênfase não somente à educação profissional e tecnológica, como também a uma formação humana e cidadã”, destacou a reitora.

Formação

É o caso da estudante Jaqueline Rosa. Após concluir o curso técnico em Agropecuária, a jovem foi certificada no curso de Assistente de Produção Cultural, ofertado por meio do Pronatec.

Para Jaqueline, ao mudar de área foi possível complementar a formação. “No curso pude compreender vários aspectos da produção cultural, em especial no Mato Grosso do Sul, que não tinham sido aprofundados no técnico integrado devido à abrangência do curso”, explicou.

Ascom/IFMS

O estudante Aislan Douglas da Silva foi certificado técnico em Agropecuária. Morador do assentamento Teijin, localizado no distrito de Nova Casa Verde, Aislan morou no alojamento estudantil do Câmpus Nova Andradina por dois anos e meio.

Para o técnico, que agora pretende cursar faculdade de Agronomia ou Zootecnia, foi um período de grande aprendizado. “É muito difícil morar longe de casa, mas a instituição sempre nos deu toda a estrutura para que pudéssemos nos focar apenas no estudo”, relatou.

A mãe de Aislan, Rosângela Lazarini, atesta que até o desempenho do filho melhorou. “Devido às regras do alojamento, principalmente no diz respeito aos horários, ele se tornou um aluno mais disciplinado, as notas aumentaram. Além disso, a moradia também serviu como espaço de convivência, contribuindo para o amadurecimento dele”.

O fato de Aislan morar no câmpus também fez com que os pais ficassem mais tranquilos. “Como ele ainda era adolescente quanto entrou no IFMS, para nós era muito importante saber que estava em um lugar seguro. É claro que sentíamos muita saudade, mas sabíamos que seria melhor para ele”, orgulha-se a mãe.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.