Buscar

Jovem de Batayporã representará a região na Conferência da Pessoa com Deficiência, em Brasília

Imagem: Divulgação/SEMEC

Começa na próxima segunda-feira (25), em Brasília (DF), a IV Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência. O evento que começa no dia 25 segue até a quarta-feira (27). Com o tema:“Os desafios na implementação da política da pessoa com deficiência: A transversalidade como radicalidade dos Direitos Humanos”, a conferência visa abrir debates e buscar mecanismos que contribuam ainda mais para os avanços na luta da pessoa com deficiência.

O município de Batayporã contará com um representante na esfera nacional. O professor Anderson Pereira Tolotti que acompanhou o processo estadual foi eleito para a etapa nacional. Além da cidade de Batayporã, Anderson representará todo o Vale do Ivinhema.

De acordo com Tolotti, a luta após a conferencia, será a de criação e funcionamento do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. “Precisamos debater e incluir a pessoa com deficiência na área da saúde, educação e assistência social, dessa maneira ela ficará a par de seus direitos e deveres”, disse.  

Anderson Tolotti foi um dos grandes articuladores para a criação do Conselho Municipal da Juventude, que na época foi o segundo  a ser criado em todo o Estado de Mato Grosso do Sul, ficando atrás apenas da Capital, Campo Grande.  O professor pretende lutar para repetir o feito, dessa vez na área da pessoa com deficiência.  “O sistema em 2016 será de suma importância para o desenvolvimento de ações e projetos para pessoas com deficiência”. disse Tolotti.

Para a secretária de Educação e Cultura, Ana Maria de Almeida, todo o apoio para o jovem Anderson Pereira Tolotti é válido, pois este já provou sua competência diante de tudo que já se propôs a fazer.  “É uma grande conquista ter um representante na etapa nacional, esperamos que venham muitas novidades, para que possamos articular e colocar em prática todas as ações que sejam benéficas às pessoas com deficiência. Nós temos a parceria formada com as Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social, com isso estamos confiantes”, disse Ana Maria.

Conferências

As Conferências Nacionais têm sido espaços importantes de participação da sociedade brasileira na proposição, avaliação e monitoramento das políticas públicas. As conferências são espaços públicos de debates, mecanismos institucionais de democracia participativa. São grandes fóruns organizados, em que os diversos segmentos da sociedade debatem, por meio de metodologia específica, todas as políticas públicas do país que sejam referentes aos temas discutidos. A etapa nacional é resultante de outras diversas conferências realizadas em nível local, municipal, regional ou estadual.

A IV Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência surge com uma proposta de inovação no método e na abordagem feita até então. A necessidade de superar a forma tradicional e compartimentalizada de implementação das políticas sociais apresenta-se como o principal desafio frente à premente necessidade de interação e transversalidade das áreas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.