Buscar

Juíza Jacqueline Machado completa 15 anos na magistratura de MS

A judica é titular da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher

Esta terça-feira (29), foi especial para os juízes Jacqueline Machado, que atuou em Nova Andradina, e também para os magistrados Simone Nakamatsu, Márcio Rogério Alves e Rubens Witzel Filho. Os quatro completam 15 anos de ingresso na magistratura sul-mato-grossense.

Segundo o TJ-MS, daquele tempo não se tem muitas informações sobre o conteúdo dos discursos. Jacqueline admite que é muito feliz por ter escolhido a magistratura, onde descobriu sua verdadeira vocação. Antes de ser aprovada no XXII concurso, ela advogou por oito anos e esta experiência permite que ela responda sem titubear.

Sobre o que mais a emocionou, a Jacqueline: “Nesses anos, o que mais me emocionou foi atuar na área da infância e juventude. Na Comarca de Nova Andradina, foram feitas 85 adoções, a maioria delas adoções tardias e inter-raciais, o que me possibilitou sentir a importância deste trabalho que resgata pequenas vidas”.

Jacqueline Machado responde pela primeira Vara de Medidas Protetivas do Brasil (Foto: Arquivo Pessoal)

São crianças machucadas física e emocionalmente e que vislumbram a possibilidade da mudança, de uma nova vida. Isso foi tão forte que motivou a mim, meu esposo e minha filha Júlia a também optar por aumentar a família por meio da adoção, mesmo havendo a possibilidade de gerar filhos biológicos”, explica.

  Lotação – Quinze anos depois da posse, Jacqueline Machado é titular da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, na Casa da Mulher Brasileira, em Campo Grande. Ela responde pela primeira Vara de Medidas Protetivas do Brasil.    Simone Nakamatsu também judica na Capital e é titular da 1ª Vara da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Rubens Witzel Filho e Márcio Rogério Alves também atuam em comarcas de entrância especial. O primeiro judica na 1ª Vara Criminal de Dourados e o segundo na 4ª Vara Cível de Três Lagoas. (Com informações do TJ-MS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.