Buscar

Livro "O Reino Perdido de Odara", da escritora Danielle Ferreira será lançado em Nova Andradina

Evento faz parte do Projeto "Mulheres Inspiradoras", desenvolvido pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Distrito de Nova Casa Verde

Cb image default
Imagem: Divulgação

Na próxima terça-feira, dia 10, será realizado o lançamento do livro "O reino perdido de Odara", escrito pela fundadora do À Flor da Pele (AFP), Danielle Ferreira.

O evento faz parte do Projeto "Mulheres Inspiradoras", desenvolvido pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Distrito de Nova Casa Verde, que é mantido pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social.

Segundo a secretária da pasta, este projeto teve sua origem numa escola pública de Ceilândia, com estudantes do 9º ano, em duas edições, em 2014 e 2015. Devido ao êxito em todas as ações, foi adaptado à realidade do projeto social de Casa Verde. Para 2020, a meta estendê-lo para o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Horto Florestal, Centro da Juventude, Banda Marcial Municipal Getúlio Vargas e Projeto AABB Comunidade de Nova Andradina.

"Mulheres Inspiradoras parte da concepção de que, para superarmos a representação da mulher objetificada, que é tão recorrente nas grandes mídias, precisamos colocar em evidência outras representações femininas, dando visibilidade à biografia de grandes mulheres e suas realizações", informa Julliana Ortega.

Leve, colorido, lúdico e representativo, o "O Reino Perdido de Odara" é uma carta de amor às crianças negras. Um livro que fala sobre a beleza da negritude, a força dos ancestrais e coloca Odara, uma menina que guarda eternidades no olhar como protagonista de sua própria história. A descolonização do saber começa na infância.

O lançamento acontecerá no auditório Sidney Sanches, na Câmara Municipal, a partir das 14 horas.

ESCRITORA DANIELLE FERREIRA

Danielle Ferreira - Fundadora e Diretora Executiva da À Flor da Pele - Rede de Relações Institucionais e Saúde Mental. Idealizadora e Produtora da coleção SER - Subjetividade, Educação e Representatividade. Escritora infanto-juvenil com foco na diversidade. Graduanda de Psicologia. Pesquisadora de Relações Raciais pelo GEPRAFE - UFGD. Membro de comissões de avaliação de ações afirmativas de concurso público e vestibular. Membro do conselho municipal Afro. Colunista da revista África e Africanidades.

Foi secretária executiva do Conselho Municipal de políticas sobre Drogas de Dourados. Experiência em educação social voltada a infância e juventude negra. Organizadora das seguintes audiências públicas na cidade de Dourados MS: - Racismo Institucional (27/11/2017) - Intolerância Religiosa (10/05/2018) - (IN) Segurança Pública do Povo Negro (08/11/2019) Foi condecorada com o prêmio "Zumbi dos Palmares" pela Câmara Municipal de Dourados em 2019 pelos trabalhos com enfoque racial.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.