Buscar

Lombadas eletrônicas voltam a ser desligadas em Nova Andradina e outros municípios de MS

Dívida do Detran-MS junto à empresa que opera os equipamentos seria a causa do impasse

A partir desta quinta-feira (15), as 144 lombadas eletrônicas da empresa paranaense Perkons, instaladas em vários municípios de Mato Grosso do Sul, inclusive em Nova Andradina, voltam a ser desligadas.

Conforme nota encaminhada pela empresa ao site Nova News, o motivo seria a falta de pagamento por parte do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) desde outubro de 2018.

Cb image default
Segundo o cronograma de desligamento, desativação em Nova Andradina ocorrerá no dia 23 de agosto - Imagem: Acácio Gomes / Nova News

Cronograma

A reportagem do Nova News apurou junto à Perkons, que, na região, os desligamentos estão programados da seguinte forma: Ivinhema - 21 de agosto; Bataguassu - 21 de agosto; Anaurilândia - 22 de agosto; Nova Andradina - 23 de agosto.

Impasse

No dia 25 de julho deste ano, a empresa já havia desligado as lombadas, sendo que, no dia seguinte, 26/07, mediante o pagamento de parte das pendências, os equipamentos foram reativados, porém, na oportunidade, ficou acertado que o restante dos valores deveria ser quitado dentro de dez dias.

O prazo expirou e a Perkons novamente buscou se reunir e dialogar com o Detran-MS e com Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) em 06/08/2019, ocasião em que foi solicitada prorrogação de prazo até 09/08/2019 para a apresentação do cronograma de pagamento da dívida, cujo valor atual é de R$ 10,4 milhões.

Segundo a assessoria de imprensa da empresa, mais uma vez, não houve qualquer manifestação ou providência, motivo pelo qual, conforme a Perkons, não há possibilidade de permanência dos serviços prestados e os aparelhos serão desligados por tempo indeterminado.

O Nova News apurou que os equipamentos que serão desligados estão instalados nos municípios de Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Bataguassu, Batayporã, Campo Grande, Deodápolis, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jateí, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Rochedo, Sidrolândia, Três Lagoas e Ponta Porã.

Outro lado

Na manhã desta quinta-feira (15), o Nova News entrou em contato, via e-mail, com o Detran-MS para se colocar à disposição em caso de eventuais manifestações. A assessoria do órgão respondeu que a situação está sendo analisada pelo setor financeiro juntamente com o diretor-presidente e que assim que houver um posicionamento oficial haverá uma manifestação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.