Buscar

Magrelo deixa PSDB, filia-se ao PROS e diz que pretende disputar a Prefeitura de Nova Andradina

Após mais de 10 anos no ninho tucano, o empresário e ex-vereador Claudinei Brambila (Magrelo), deixou o PSDB na última quinta-feira (31) e, de imediato, se filiou ao PROS com propósito de se lançar candidato a prefeito de Nova Andradina já pela nova legenda. Além de Magrelo, outras lideranças deixaram o PSDB para se juntar ao PROS.

Dentre os nomes, está o do advogado Antônio Carlos Nascimento e o empresário Valdeci Sobreira. Ambos estavam há vários anos no PSDB. Migraram para a legenda também, personalidades que poderão disputar cadeiras no Legislativo local, como Fabio Capobianco Pereira, Diene Dan e Francisco Edival.

Caso a sigla encontre dificuldades em conseguir apoio, o diretório está disposto a lançar uma chapa pura (Foto: Divulgação)

Segundo Claudinei Magrelo, o PROS de Nova Andradina conta com cerca de 30 novos filiados, mas a meta do novo diretório é chegar a 500 integrantes já nos próximos dias. Em entrevista ao Nova News, Magrelo disse que após ver o espaço se fechando no ninho tucano, mirou uma nova legenda para poder colocar em prática seu projeto político, previamente discutido com um grupo de pessoas mais próximas que, segundo ele, já costuravam a possibilidade de uma disputa pela cadeira, hoje ocupada por Roberto Hashioka.

"O projeto não é meu e sim de um grupo. Juntos somos mais fortes. Agradeço a todos que acreditam nesse projeto e estendo o convite a quem quiser apoiar esta causa", explicou. Ainda nas palavras dele, o PROS irá buscar dialogar com outras legendas, discutir ideias para uma possível composição. Caso a sigla encontre dificuldades em conseguir apoio, o diretório está disposto a lançar uma chapa pura de prefeito, vice e vereadores.

Claudinei ressaltou ainda que seu nome está à disposição do grupo, mas caso surjam outros interessados na disputa, ele estará  aberto para dialogar com seus companheiros. "Não estamos discutindo o desejo de meia dúzia e sim de uma sociedade que sonha em ver um modelo de gestão inovador, voltado para o bem estar das pessoas. Nós vamos pela causa e não pelos interesse", finalizou .

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.