Buscar

Mês das Mães: Mãe de 11 filhos afirma que sente saudade da família

Dos oito filhos vivos, apenas um deles veio visitar moradora do Lar Sagrado Coração de Jesus, em Nova Andradina, há cerca de um ano

Neste Mês das Mães, enquanto muitas mulheres que já tiveram a graça da maternidade vão ser abraçadas e presenteadas por seus filhos, netos e familiares, outras não poderão contar com a mesma sorte, uma vez que, muitas mães, provavelmente, não receberão a visita de nenhum parente. Este é o caso de Aparecida Lopes da Silva, de 84 anos, mais conhecida como Dona Cida, uma das moradoras do Lar Sagrado Coração de Jesus, entidade de acolhe e atende idosos carentes em Nova Andradina.

Mãe de 11 filhos, sendo três já falecidos, Dona Cida afirma que nem se lembra quando foi a última vez que ela manteve contato com seus familiares. Nascida na cidade de Cafelândia (SP), ela foi casada por quatro vezes, ficando viúva em todas as uniões. Do primeiro esposo, ela teve oito filhos e, do segundo, três. Com os demais companheiros, Aparecida não deu à luz mais nenhuma vez. O último casamento ocorreu em 2012, no próprio Lar Sagrado Coração de Jesus, sendo que a cerimônia foi registrada pelo Nova News.

Dona Cida reclama ausência dos filhos que não vêm visitá-la - Imagem: Acácio Gomes/Nova News

Saiba mais
  • Idosos do Lar Sagrado Coração de Jesus se casam em Nova Andradina

“Me casei com quatro homens e fiquei viúva todas as vezes. Agora não quero mais saber de casamento. Tem um morador aqui do lar que quer ficar comigo, mas eu não quero não. Tô fora”!, afirma ela, em tom bem humorado. 

 

As brincadeiras de Dona Cida só dão lugar à emoção quando ela lembra dos filhos. “Um de meus filhos, residente em Curitiba (PR), veio me ver há mais ou menos um ano, já os outros, até perdi a conta da última vez que os vi”, reclama a idosa, ao afirmar que já possui netos, bisnetos e tataranetos, porém, eles também não vêm visitá-la.

Ao falar de sua história, ela disse que nasceu em Cafelândia e que sua mãe faleceu durante o parto. “Não tive a oportunidade de conhecer aquela que me deu a vida”, explica. Ao sair daquela cidade, ela morou em várias regiões do Brasil, como Goiás e Paraná até chegar a Nova Andradina, onde morava de aluguel, depois se hospedou na casa de uma amiga, que, por trabalhar à noite, em um restaurante, a convidou a ir morar no Lar Sagrado Coração de Jesus, onde a idosa afirma se sentir muito bem.

Dona Cida, ao lado de uma das companheiras do Lar Sagrado Coração de Jesus - Acácio Gomes

“Minha amiga Quitéria me recebeu em sua casa e depois, por não poder mais cuidar de mim, me encaixou aqui no lar, onde eu amo morar. Aqui sou muito bem tratada, até banho as funcionárias dão na gente. Adoro este lugar. A única coisa aqui que me judia é a saudade de meus filhos. É a tristeza por não saber como eles estão”, disse ela, emocionada. Mas a tristeza de Dona Cida, logo volta a dar lugar ao bom humor.

Vaidosa, no momento da entrevista, ela recebia a visita da jovem Gislaine Moreira da Silva, que faz faculdade de Direito e, uma vez por semana, realiza serviços sociais no lar. Na ocasião, a moça fazia as unhas da idosa, que parece ter gostado do resultado. “Gosto de ficar bonita. De ser bem tratada”, diz ela, ao repetir que a única coisa que sente falta, são os filhos. “Meus esposos Deus levou e me conformo com isso, mas dói saber que meus filhos estão vivos, mas não se lembram de mim”, reclama.

Idosa gosta da atenção que recebe na entidade. "Amo este lugar", afirma. Imagem: Acácio Gomes

Mãe não é bagaço,  mãe  merece amor, carinho e atenção de seus filhos
Dona Cida

Segundo ela, com exceção do que mora em Curitiba (PR), e dos três falecidos, a última informação que teve dos demais filhos é que eles seriam moradores do estado se São Paulo. 

 

Quando convidada a falar algo sobre o Dia das Mães, ela chama a atenção de todos os filhos que desprezam aquelas que lhes deram a vida. “Quero dizer que mãe não é bagaço. Mãe passa dificuldade para cuidar dos filhos e merece amor, carinho e atenção. Filho não pode abandonar mãe e mãe também não pode abandonar o filho”, afirma.

Fã de música sertaneja raiz, Aparecida Lopes da Silva diz que mata a saudade da juventude ao ouvir as canções “Chico Mineiro” e “Menino da Porteira”. Ela até cantou um trecho de cada canção durante a entrevista. “Na juventude já cantei muito. Cantei até em uma rádio de Marília (SP). Adoro a alegria de viver. Minha vida é longa e quero viver ainda muito mais”, diz ela. Mesmo com saudade dos filhos, Dona Cida se diz uma pessoa feliz.

Segundo a psicóloga do Lar Sagrado Coração de Jesus, Ana Flávia, é muito importante que a comunidade visite mais a entidade. “Temos aqui 17 idosos que recebem todo o atendimento necessário, mas eles também precisam de visitas. Trinta minutos que uma pessoa passa aqui dentro, faz com que o dia deles seja mais alegre e feliz”, explica ela, ao citar que a entidade mantém horário de visita de segunda a sexta-feira, das 14h às 16h e, aos sábados e domingos, das 12h às 16h. “Nosso objetivo e atrair sempre mais visitantes”, afirma.

Psicóloga explica que visitas são importantes para os idosos - Imagem: Acácio Gomes/Nova News

A entidade

 

Ana Flávia também explicou que os moradores do lar contam com diversos atendimentos como psicóloga, assistente social, fisioterapeuta, técnica de enfermagem, nutricionista, cuidadoras, cozinheiras e outros profissionais. “Tudo isso é importante, mas o fundamental é o carinho e a atenção que precisam ser dispensados a cada um dos idosos. Gostaria de convidar a população e conhecer e visitar a entidade, que está de portas abertas às pessoas de boa vontade”, finalizou.

O Lar Sagrado Coração de Jesus é mantido através de convênios e doações, sendo que, as pessoas interessadas em colaborar ou conhecer a entidade podem entrar em contato pelos telefones (67) 3441-1765, 3441-5405 ou 3441-5709. Há também o e-mail lscjesus.na@hotmail.com. A instituição fica localizada na Rua Walter Hubacher, 04, chácara 96, Bairro Pedro Pedrossian. Um das estratégias do lar na busca por recursos é o serviço de telemarketing, no qual as funcionárias entram em contato com a população pedindo donativos.

A instituição possui atualmente com amplas instalações, como dormitórios, sala de TV, refeitório, enfermaria, academia para atividades físicas, capela para celebrações religiosas, pátio e banheiros masculinos e femininos. O Lar Sagrado Coração de Jesus conta com 21 funcionários que atuam nos mais diversos setores, além da diretoria, que administra a entidade, que é de suma importância para os idosos que não podem contar com apoio da família.

Imagens: Acácio Gomes/Nova News

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.