Buscar

Mesmo em ano de crise, número de empresas abertas em Nova Andradina é maior que em 2017

De janeiro até agora foram abertos 67 novos empreendimentos, contra 51 no ano passado

2018 não começou como o esperado para empresários de Nova Andradina. No vermelho, a maioria alegou estar enfrentando um dos piores anos de crise no setor e tentam se manter em pé driblando a menor movimentação nos primeiros meses do ano.

Segundo levantamento realizado pelo Nova News, a abertura de empresas no município traz números positivos em relação a 2017. Entre o dia 1º de janeiro e 30 de maio deste ano, 67 novos empreendimentos foram constituídos em Nova Andradina, contra 51 no ano passado.

Na contramão da crise, outro dado positivo é a mesma equiparação do número de estabelecimentos comerciais na ‘Cidade Sorriso’: 27 em 2018 e 26 em 2017. De acordo com os dados apresentados pela Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), hoje o município tem um total de 1.950 empresas em atividade.

Conforme apurado, um dos segmentos que se mais destaca na abertura de empresas é o de confecções. Um dos exemplos é do casal de empreendedores Claudemir Moreira e Luci de Moura que no último mês de março inaugurou mais uma loja ao apostar na economia do município.

Cb image default
Abertura de empresas no município traz números positivos em relação a 2017 - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Outra aposta foi da empresária Silvana Melhado que em abril abriu o seu primeiro próprio negócio no setor de semijoias e bolsas de grife. “Nova Andradina está crescendo e, por tal motivo, resolvi apostar na abertura da loja devido à clientela de amplo bom gosto que aqui temos que antes precisavam comprar essas bolsas em maiores centros”, disse à época a empreendedora quando da abertura da loja.

Crescimento em ascensão

Na comparação com anos anteriores, a abertura de novos empreendimentos mantém níveis de crescimento em Nova Andradina. Detalhado nos últimos 5 anos, o setor empresarial registrou 167 empresas abertas em 2012; 133 em 2013; 167 em 2014; 98 em 2015; 115 em 2016, e; 120 em 2017.

Em relação ao fechamento de empresas, os números são negativos no último ano. Ao todo, somaram 53 comércios extintos em 2012; 51 em 2013; 48 em 2014; 57 em 2015; 66 em 2016, e; 76 em 2017.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.