Buscar

Minerva Foods confirma fechamento da unidade em Batayporã

Empresa encaminhou nota à redação do Nova News confirmando que vai encerrar atividades no município

Na manhã desta quarta-feira (01), o Minerva Foods encaminhou uma nota à redação do Nova News confirmando o fechamento da unidade localizada em Batayporã. O fato já havia sido anunciado pelo site no início da noite desta terça-feira (30), o que deve gerar mais de 700 demissões e impactar de forma negativa a economia local e regional.

Segundo os responsáveis pelo Minerva Foods, a decisão de encerrar a operação na cidade foi inevitável à medida que representa uma readequação das operações da companhia no Brasil como forma de obter melhorias de eficiência em rendimento, economia de custos por aumento da otimização da capacidade instalada e incremento de rentabilidade por reequilíbrio geográfico de suas operações.

Funcionários foram comunicados sobre o fechamento da empresa nesta quarta-feira - Germino Roz

Saiba mais
  • Frigorífico Minerva deverá encerrar as atividades em Batayporã

Em outras palavras, o Minerva anuncia que manterá em atividade apenas unidades instaladas em regiões onde o funcionamento da empresa for mais viável, desativando plantas onde a atividade não apresenta o rendimento esperado, como, certamente, na avaliação de seus responsáveis, é o caso da unidade que atua em Batayporã desde o mês de fevereiro de 2006.

Através da nota, a empresa afirma que estão garantidos todos os direitos trabalhistas dos funcionários da planta que forem desligados e que não deixará nenhuma pendência financeira com os colaboradores, com o Estado de Mato Grosso do Sul e com a cidade de Batayporã. Ainda no documento, o Minerva agradece o apoio recebido das autoridades locais, regionais e estaduais durante o período em que se manteve em atividade.

Desde as primeiras horas desta quarta-feira (01), uma intensa movimentação foi percebida nas dependências da unidade, no momento em que os funcionários recebiam a informação sobre o encerramento das atividades da indústria. Algumas viaturas policiais foram acionadas de forma preventiva, como forma de garantir a manutenção da ordem no local, em caso de algum tipo de manifestação ou protesto que, porventura, pudesse ocorrer.

Confirmações  de  dispensa  dos  empregados  já  foram  emitidas  pela  unidade - Germino Roz 

Estão garantidos os direitos dos funcionários  e não será deixada nenhuma pendência
Minerva Foods

Recentemente, no último mês de março, o Minerva havia dado férias coletivas aos seus funcionários, o que gerou clima de insegurança, uma vez que o frigorífico é um dos principais geradores de empregos de Batayporã. 

 

Após 30 dias de férias coletivas, as atividades foram retomadas, porém, nas últimas horas, houve a confirmação oficial de que a unidade encerrará suas atividades. Na mesma planta, hoje ocupada pelo Minerva, já atuaram anteriormente outras empresas, como Frigonostro, Friporã, Margen e Independência. 

Confira a íntegra da nota encaminhada pela matriz da empresa:

COMUNICADO PARA IMPRENSA

Minerva Foods anuncia encerramento da operação em Batayporã

A Minerva Foods comunica o fechamento da planta de Batayporã (MS) e o desligamento dos funcionários da unidade. A decisão de encerrar a operação na cidade foi inevitável à medida que representa uma readequação das operações da companhia no Brasil como forma de obter melhorias de eficiência em rendimento, economia de custos por aumento da otimização da capacidade instalada e incremento de rentabilidade por reequilíbrio geográfico de suas operações.

A empresa ressalta que estão garantidos todos os direitos trabalhistas dos funcionários da planta que forem desligados e que não deixará nenhuma pendência financeira com os colaboradores, com o Estado de Mato Grosso do Sul e com a cidade de Batayporã. Aos seus clientes dos mercados interno e externo, a empresa reitera que o encerramento desta operação não acarretará nenhum impacto, pois, neste processo de ajuste operacional, as demandas serão absorvidas por outras unidades.

,

A empresa também aproveita para agradecer todo o apoio que recebeu da cidade de Batayporã e do Estado de Mato Grosso do Sul no período em que manteve a operação na região.   

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.