Buscar

Moradores de Batayporã fazem momento de oração pela volta das atividades da APAE

Ato começou na Igreja Matriz e terminou em frente à Escola de Educação Especial “Luz do Amanhã”

Cb image default
Ato religioso reuniu dezenas de pessoas em frente à instituição - Imagem: José Almir Portela / Nova News

Um grupo de moradores da cidade de Batayporã fez um momento de oração em frente à Escola de Educação Especial “Luz do Amanhã”, mantida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), que por falta de repasse por parte do Poder Público Municipal, suspendeu suas atividades na terça-feira (06).

Os fiéis realizaram, por volta das 19h, na Igreja Matriz, mais um encontro do Grupo de Oração “Caminhando com Maria”, da Renovação Carismática Católica (RCC), sendo que, por volta das 20h, as dezenas de pessoas saíram em procissão até chegarem em frente à instituição.

Ao longo do trajeto, outras pessoas se juntaram ao grupo. Lá, os moradores fizeram um grande círculo e realizaram orações. De acordo com padre Everton dos Santos, um dos integrantes do movimento, a ação não se trata de um ato político, mas sim de um gesto de solidariedade para com a APAE.

Imagens: José Almir Portela / Nova News

O caso

Conforme já vem sendo noticiado pelo Nova News ao longo dos últimos dias, a instituição, que atende 82 alunos de várias idades com deficiência intelectual e múltipla, suspendeu os trabalhos devido à falta de rapasses dos valores oriundos de convênio celebrado junto ao município.

O valor devido pela Prefeitura de Batayporã desde novembro do ano passado já chega a R$ 114 mil, sendo que, deste montante, R$ 30 mil se referem aos meses de novembro e dezembro de 2018 (R$ 15 mil de cada mês). Já o restante (R$ 84 mil) diz respeito ao período de janeiro a julho de 2019, quando o repasse mensal foi reduzido para R$ 12 mil.

Sem condições de pagar despesas como água, luz, merenda, materiais de higiene e limpeza e até mesmo os salários dos profissionais que atuam no local, a entidade decidiu suspender os atendimentos por tempo indeterminado.

Após uma mobilização na Câmara Municipal, realizada na segunda-feira (05), o presidente da Casa de Leis, vereador Cícero Leite, teria solicitado ao prefeito Jorge Takahashi que se reúna com os membros da APAE a fim de tentar por fim ao impasse, sendo que o chefe do Poder Executivo teria dito que só tem agenda livre no próximo dia 19.

Na manhã desta quarta-feira (07), os vereadores Cacildo Paião (PTB), Maurício Ribeiro (MDB) e Samuel Macedo (PPS), viajaram até Campo Grande, para pedir aos deputados estaduais que intervenham, juntamente com outras autoridades do estado, na manutenção das atividades da Escola de Educação Especial “Luz do Amanhã”.

Eles mantiveram contato com o deputado estadual Onevan de Matos, solicitando a intervenção junto ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, no aumento do repasse e também que emenda parlamentar seja destinada para ajudar na manutenção da escola.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.